Um dia em Luxemburgo

1 dia em Luxemburgo | Bate e volta de Bruxelas

Dicas de 1 dia em Luxemburgo. Luxemburgo é um daqueles países minúsculos, sendo considerado 7º país mais pequeno da Europa, e também um dos países menos populosos, com uma população de apenas 576.249 habitantes em 2016 – cerca de metade sendo estrangeiros.

Em vez de um presidente, um rei, um primeiro-ministro, Luxemburgo é governado por um grão-duque, tornando-se um grão-ducado – o único remanescente do mundo, na verdade. Situado entre a Alemanha, a Bélgica e a França, ele tem três idiomas oficiais: alemão, francês e o… luxemburguês. Porque, claro, ser chamado de um ducado não era adorável o suficiente.

Um dia em Luxemburgo

Independentemente de como seja a vida para os moradores aqui, que pareceu ser beeem tranquila e sossegada, uma viagem de um dia para o Luxemburgo é uma ótima maneira de experimentar um dia doce e diferente na sua viagem pela Europa. Luxemburgo tem uma energia mais leve e um frescor que os seus vizinhos europeus não têm.

Talvez seja sua arquitetura encantadora ou sua geografia complexa. Ou talvez o fato de Luxemburgo ser um destino que muitas pessoas não escolhem para ir de férias ou quem sabe o fato dos seus habitantes preferirem manter em segredo tudo o que faz referência à sua pequena e acolhedora cidade. Eu, sinceramente, também apostaria nisso, rs.

Viagem de um 1 dia a Luxemburgo

Depois que eu descobri que fazer uma viagem de um dia para o Luxemburgo é algo que as pessoas fazem quando visitam a Bélgica, não demorou para eu adicionar isso aos meus planos quando eu estava em Bruxelas. Nesse post eu falo tudinho sobre como ir de Bruxelas a Luxemburgo. E se você não ainda tiver a certeza do motivo pelo qual Luxemburgo deve estar na sua lista de viagens, aqui estão algumas razões que vão te ajudar na sua decisão.

O que fazer e ver em 1 dia em Luxemburgo

Eu iniciei meu tour em Luxemburgo a partir da sua estação de trem principal, a Gare de Luxembourg. Independente de qual país da Europa você esteja vindo, certamente é aqui que você irá soltar.

O que fazer em Luxemburgo

Armada com o mapa da cidade (que já falei aqui que sempre pego na estação), assim que desembarquei, segui em linha reta em direção ao seu centro, o que já deu para ir curtindo as suas ruas, ora pacatas vias, ora avenidas mais modernas.

Um dia em Luxemburgo

O centro de Luxemburgo é relativamente compacto e dá para você tranquilamente explorar a pé, mas saiba que, para conhecer e ver o maior número de coisas, você irá andar o dia todo. Mas afinal, em uma viagem de um dia em Luxemburgo, o que você irá fazer mesmo que não seja isso? Eu andei que nem uma condenada. E aqui vai um resumo do meu tour de um dia em Luxemburgo.

1. Ouça os sinos (ou assista uma missa) na Catedral de Notre-Dame

Apaixonada por igrejas que sou, a Catedral de Notre-Dame foi a minha primeira parada em Luxemburgo. Era um domingo e estava tendo a tradicional missa dominical, que eu aproveitei para entrar e ouvir alguma coisa. A igreja estava lotada e não deu para tirar nenhuma foto dela, mas no final da tarde, quando eu voltava para a estação, entrei de novo e tirei bastante fotos dela.

Notre-Dame Luxemburgo

O teto único da catedral, com torres super pontiagudas e afiadas é uma das imagens mais características da capital. Os sinos têm um som especial que é tocado como uma música. A Catedral de Notre-Dame é uma catedral gótica com interiores góticos e também conhecida como a Catedral de Nossa Senhora do Luxemburgo, Consoladora dos Aflitos.

A catedral foi construída como um colégio jesuíta, mas quando os jesuítas foram dissolvidos pelo Papa Clemente XIV, a Igreja foi entregue à cidade e à estátua de Nossa Senhora do Luxemburgo (um aspecto da Virgem Maria como Consoladora dos Aflitos), que tinha sido o santo padroeiro da cidade desde 1666, foi movido para dentro.

Notre-Dame LuxemburgoNotre-Dame Luxemburgo

A cripta sob a capela abriga os restos mortais de John the Blind, um dos primeiros conde de Luxemburgo e rei da Boêmia (atual República Tcheca) e Charlotte, grã-duquesa do Luxemburgo (avó de Henri) e outros membros da família Grão-Ducal.

Notre-Dame Luxemburgo

2. Gëlle Fra (Monumento da Recordação)

Do outro lado da rua da Catedral de Notre-Dame, na Place de la Constitution, fica o monumento chamado Gëlle Fra , que é luxemburguês para a Golden Lady. A estátua de ouro no topo deste pilar de granito muito alto é Nike, a deusa grega da vitória. Ela está segurando uma coroa de louros nas duas mãos, coroando a cabeça da nação. (Só me perdoem pela qualidade da foto).

Gelle Fra Luxemburgo

Este monumento, que é dedicado aos luxemburgueses que se ofereceram para servir a França na Primeira Guerra Mundial, foi derrubado pelos nazistas quando ocuparam o Luxemburgo durante a Segunda Guerra Mundial. Ele foi reconstruído depois da guerra, mas a dama de ouro permaneceu perdida até 1980, quando foi encontrada debaixo do estádio de futebol de Luxemburgo.

3. Ponte Adolphe

Logo mais à frente, você verá a icônica Ponte Adolple, um dos marcos de Luxemburgo. A Ponte Adolphe, em homenagem ao Grão-Duque Adolphe (tataravô do Grão-Duque Henri, que trouxe Luxemburgo para o século 20) é uma ponte em arco sobre o rio Pétrusse, construída em 1903. E apesar de ter mais de 100 anos, os luxemburgueses ainda chamam a Nova Ponte.

Ponte Adolphe

Poucos passos em Luxemburgo e você já irá notar que a cidade é um grande desfiladeiro, com bastante e enormes falésias. O resultado disso é que ela é dividida em seções distintas, nas partes mais baixas, a parte mais antiga da cidade, parques deslumbrantes no meio e edifícios modernos mais acima.

1 dia em Luxemburgo 1 dia em Luxemburgo

4. Place de la Constitution

A Praça da Constituição é pequena mas tem uma super beleza suave e moderna, com jardins bem cuidados e, de vários pontos, é possível ter excelentes vistas das Casemates Petrusse, do Vale do Rio Petrusse e da Ponte Adolphe. Uma casamata é um posto de armas fortificado e falamos mais sobre eles neste post. Deste ponto, você pode ver uma grande depressão no meio da cidade.

1 dia em Luxemburgo

5. Kirchberg

Saindo da Praça da Constituição, eu segui o caminho à esquerda para Kirchberg, que é uma parte mais moderna da cidade e é o lar de várias instituições da União Europeia. Um dos prédios mais bonitos de Luxemburgo e que me marcou foi o do banco Spuerkeess, em francês Banque e Caisse d’Épargne de l’État, um banco comercial de propriedade integral do Estado luxemburguês e a principal instituição financeira de Luxemburgo, fundada em 1856.

Luxemburgo funeral

Nessa área você também pode encontrar a Corte da Justiça Europeia, o Tribunal de Contas Europeu, o Banco Europeu de Investimento, Comissão e Parlamento da UE, Centro de Convenções Europeu MUDAM (Museu de Arte Contemporânea), Filarmônica de Luxemburgo, D’Coque (recinto desportivo) e o Fort Thungen (parte das fortificações).

6. Parque Merl-Belair

O Merl-Belair Park fica a poucos passos do centro da cidade, é um lugar lindo, que vale a pena a entrada, e fica próximo ao prédio do Banco Spuerkeess. Ele não é muito visitado por turistas (não vi nenhum lá), mas tem uma extensa área verde, lagoa, parquinho para crianças, restaurante. Um típico parque europeu para sentar e apreciar a vista.

Parque de Merl-Belair - Luxemburgo Parque de Merl-Belair - Luxemburgo Parque de Merl-Belair - Luxemburgo

7. Centro Histórico – Praça das Armas

Depois que eu visitei o Parque Merl-Belair, eu voltei em sentido à Ponte Adolphe e segui para o outro lado da cidade (lado direito de quem chega pela estação Gare de Luxembourg). Esse local é o centro histórico e onde muitas atrações de Luxemburgo estão concentradas. Lembre-se que a cidade é dividida em “alta” e “baixa” – La Ville Haute e La Ville Basse.

Séculos atrás, a cidade de Luxemburgo foi controlada pelo Império Espanhol e essa é a principal razão pela qual a cidade tem uma Place d’Armes (Plaza de Armas). Muitas cidades coloniais espanholas no Novo Mundo têm uma praça com o mesmo nome. Essa era a praça usada pelos soldados para se encontrar, formar e marchar.

Cercle Cité ou City Palace é um adorável prédio administrativo com vista para essa praça e que abriga várias salas de festivais, como de cinema e exposições especiais.

Um dia em Luxemburgo

Essa praça é uma das principais da cidade de Luxemburgo, com muitos cafés, restaurantes, lojas nos arredores e uma rotunda usada para eventos, como se fosse um coreto. Bem próximo a ela está uma unidade do Les Théâtres de la Ville de Luxemburgo.

Um dia em Luxemburgo

Um dia em Luxemburgo

Ruas de compras no centro de Luxemburgo

Perto da praça do teatro, em direção à Rua Beaumont, você encontrará a Église Saint-Alphonse (Igreja de Santo Afonso), que foi construída entre 1856 e 1858. Assim como a Notre-Dame, a igreja possui duas torres pontiagudas na fachada. O interior da igreja é austero e tradicional, com três naves, esculturas e painéis finos em vitrais.

Um dia em LuxemburgoUm dia em Luxemburgo

Ali perto você encontrará uma das esculturas de rua mais bonitas que já vi, a de um grupo de pessoas dançando muito divertidamente. Eu pesquisei se essa escultura tinha um nome, mas acho que não. Seria em inglês Luxembourg Dancing Statues. Fiquei por minutos apreciando essa coisa mais linda e encantadora.

Luxembourg Dancing Statues

8. Place Guillaume

Em seguida, passeie pela arcada que leva da Place d’Armes à Place Guillaume, em homenagem a Guilherme II de Orange-Nassau, Rei dos Países Baixos e Grão-Duque de Luxemburgo. A grande estátua equestre de Guilherme II presta homenagem ao soberano que governou de 1840 a 1849 e outorgou ao Grão-Ducado sua primeira constituição parlamentar. A Câmara Municipal (Hotel de Ville), construída em estilo neoclássico em 1838, é o marco principal e fica no local de um antigo convento franciscano.

Um dia em Luxemburgo Um dia em Luxemburgo

Se você estiver visitando Luxemburgo numa quarta, saiba que na Place Guillaume acontece um mercado de rua com venda de queijos, frutas e legumes, geleias, ervas, flores e plantas.

9. Palácio dos Grãos-Duques

Perto dali está o Palácio dos Grão-Duques, que fica ao lado da Câmara dos Deputados. A fachada barroca e renascentista é uma das mais belas da cidade. Luxemburgo é uma democracia representativa, mas o seu chefe de Estado continua a ser um Grão-Duque hereditário (atualmente Henri, Grão-Duque do Luxemburgo) em vez de um presidente ou primeiro-ministro, tornando-o o único Grão-Ducado do mundo (costumava haver muitos).

O Palácio Ducal de Luxemburgo fica bem no centro da cidade (Ville Haute). O grão-duque não estava presente para me recepcionar porque não havia nenhuma bandeira hasteada. A família do Grão-Ducado de Luxemburgo ainda é muito popular, e sua residência está aberta aos visitantes apenas de meados de julho até o início de setembro.

Palacio Grao Ducal - Luxemburgo

10. Chemin de la Corniche

Chemin de la Corniche significa “Caminho da Cornija”. Uma cornija é uma estrada cortada na beira de um penhasco. Espere, não fique com medo! Além disso, fique muito animado porque você poderá caminhar pelas muralhas da cidade. Ao fazer este passeio, você terá uma vista estupenda do The Grund ou Low City (Cidade Baixa), uma visão incrível dessa parte da cidade.

O Chemin de La Corniche também é chamado de varanda mais bonita da Europa e a vista é simplesmente espetacular!

The Grund - Luxemburgo

O Grund está localizado no vale do rio Alzette e pode ser acessado a partir da cidade alta a pé ou de elevador. O caminho pode ser encontrado atrás do complexo da Cité Judiciare (Cidade Judiciária), que é esse complexo de edifícios abaixo. Eu recomendo começar a caminhada daqui.

The Grund - Luxemburgo

11. Casemates de Bock

Voltando do Chemin de la Corniche, saia atrás do palácio e siga as indicações para a Bock Casements. No caminho, dê uma olhada rápida na Igreja de São Miguel (Eglise St. Michel), o santuário mais antigo da cidade, que data de 987, porém a sua aparência atual corresponde àquela que recebeu em 1688.

As casamatas, Patrimônio Mundial da UNESCO, são basicamente túneis que formam uma forte rede defensiva, juntamente com fortes, anéis e outros edifícios. Os túneis abrigavam oficinas, lojas, padarias etc. e davam abrigo aos soldados durante as guerras. Nos dias de hoje, 17 km dos túneis permaneceram. E muito interessante visitar alguma delas. Eu falo tudo nesse post sobre a The Bock Casemates.

Casamatas Luxemburgo

12. Três Torres

Ufa! O dia ainda não acabou… Depois da visita à casamata, ainda deu para chegar perto das Três Torres, monumento lindo que se destacava no horizonte. As Três Torres é um dos monumentos históricos de Luxemburgo, sendo a torre quadrada central construída por volta de 1200 e as redondas no século XIV. Embaixo delas, há um portal.

O que fazer em Luxemburgo O que fazer em Luxemburgo

Eita que o dia rendeu… você tem alguma pergunta a fazer sobre um dia em Luxemburgo? Deixe também sua sugestão.

Gostou? Compartilhe!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *