Ilha de Itaparica

A linda e abandonada Ilha de Itaparica

O verãozão tá bombando e é impossível não lembrar de um lugar que recebe tantos baianos nessa época: a nossa querida e abandonada Ilha de Itaparica, a maior ilha marítima do Brasil.

Tenho mais de vinte e cinco anos que veraneio na ilha, vivi seus ‘tempos áureos’ e ostensivamente frequentado na década de 90, e mesmo que um bom número desse contingente tenham buscado outras opções de lazer (apesar de muita gente ainda frequentar), é uníssono o coro do quanto a ilha é especial e que muito dessa troca tenha ocorrido ~principalmente~ pela dificuldade em se chegar lá, o abandono pelo Poder Público e a falta de investimentos em infraestrutura. 

Na década de 90 não tínhamos o melhor sistema ferry-boat, muito menos a melhor infra-estrutura. Excetuada a parte natural da ilha, que continua linda de morrer, atualmente no que depende do homem e de questões políticas/públicas, nenhuma palavra define melhor o atual momento da ilha que o mais completo abandono.

Nem irei falar, neste post, da atual realidade do sistema ferry-boat. Mas apenas do visual tão feio e mal tratado que encontramos ao desembarcarmos dele. O Terminal de Bom Despacho continua, de forma pífia, tendo a sua função mas a impressão é como se ele não existisse mais, tamanho descrédito e abandono. E o mais desalentador é que esse cenário é o mesmo há mais de quinze anos. Absolutamente nada muda.

Ilha de Itaparica

As construções irregulares tomaram conta da ilha, principalmente às margens da sua via principal (BA 001). A sensação é que não existe lei, critérios e fiscalização e quem chegar primeiro, chegou. Os buracos eternos na via que liga a Cacha Pregos (BA 882), são tantos que afeta muito o tráfego e a vida das pessoas.

Mas, como os problemas na Ilha de Itaparica, não nascem, já brotam há anos, um dos piores problemas e tão grave é a falta de coleta frequente do lixo. Só quem muito frequenta a ilha sabe como, atualmente, esta situação está calamitosa. Grande parte do lixo estão sendo queimado pelos próprios moradores.

É estarrecedor tanto descaso da atual Prefeitura de Vera Cruz. O cenário é tão dos piores que até caberia uma intervenção por parte do Governo do Estado. Só que o problema é essa mesma omissão por parte do Governo, como irei relatar acerca de Mar Grande abaixo.

MAR GRANDE

Falando, agora, da outra porta de entrada para a Ilha de Itaparica, que é por Mar Grande (Vera Cruz). Na verdade, porta de entrada não só da Ilha como também de Morro de São Paulo e outras localidades.

Isso é graças ao seu cais que, apesar de tão importante e possuir um serviço que até funciona a contento, como já falei aqui, seja uma estrutura tão desprezada na Ilha de Itaparica.

Situado numa pracinha e em frente a uma linda mais linda mesmo (!) Igreja Matriz, esta vilazinha tão subutilizada teria tudo pra ser mais um belo cartão de visita da Bahia, como tantos outros vilarejos nossos que conta com diversas atrações como artesanato local, bares e restaurantes. Mas, infelizmente, é um local esquecido pelo prefeitura local e parece  nunca lembrado pela Secretaria de Turismo da Bahia, aliás como toda a ilha, visto o turismo jamais ter sido incentivado lá. 

Mar Grande - Ilha de Itaparica

Atendo-se a falar do atual estado do seu cais, muitas das fotos acima foram tiradas há mais de um ano, e hoje esta situação permanece a mesma: a placa ‘Governo da Bahia trabalhando’ e as obras paradas. A atual estrutura que atende os passageiros é a mais precária possível e é muito triste ver um terminal que passa tantos baianos e turistas (para Morro de São Paulo) em estado tão deplorável. A omissão dos responsáveis é algo que fere nosso orgulho. Dá vontade de dar um mergulho.

Gostou? Compartilhe!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + catorze =