Puerto Madero - O que fazer em Buenos Aires

Argentina: O que fazer, ver e sentir em Buenos Aires

Falei nesse post que Buenos Aires foi a minha primeira viagem internacional, e, claro, foi um desafio. Até então, nunca havia feito um roteiro de viagem e tudo foi uma grande descoberta. Por ser um destino bem conhecido dos brasileiros e uma cidade fácil de ser explorada, é chover no molhado falar de coisas sobre o que fazer em Buenos Aires. Eu não vou fugir do básico, mas aí vai as minhas percepções de uma viajante, literalmente, de primeira viagem:

‼A primeira questão é: Onde se hospedar em Buenos Aires?

Eu fiquei em Palermo Soho e é um excelente lugar para se ficar. Palermo é um bairro grande (se divide em Palermo Soho, Palermo Hollywood e Palermo Chico) e no Soho é onde estão concentrados os melhores restaurantes da cidade (um dos meus objetivos era comer bem!), pubs, cafés, parques e lojas  transadas e bastante moderninhas.

O melhor lugar para ficar em Buenos Aires vai depender do seu estilo de viagem. Palermo tem um ar cool e descolado, a Recoleta é uma lindeza pros olhos, ótimo para andar sem compromissos por suas ruas e sentir um pouquinho da Europa na América do Sul. Já o Centro (San Nicolás, Congresso e Monserrat) é ideal para quem gosta de ficar mais próximo dos principais pontos turísticos, gosta de comprar e não se importa com a muvuca característica dos centros das grandes cidades.

👉 O que fazer, ver e sentir em Buenos Aires

1. Explorar o bairro de Palermo

Ficando ou passeando por Palermo, dá para aproveitar bastante suas ruas, andar pelo bairro e ir descobrindo cada nova praça, parques, cafés ou lojas a cada virada de esquina. O bairro é tão tranquilo que até passeio de charrete dá para fazer. Foi uma das coisas que fiz. O passeio não é tão barato, mas dá pra negociar um descontinho antes com os charreteiros, eles são super simpáticos e estão ali, claro, para agradar e conquistar os turistas.

O que fazer em Buenos Aires

Andando de charrete pelas ruas de Palermo…

Sobre restaurantes em Palermo, eu comi em três muito bons, porém, infelizmente, não me recordo os nomes. Só lembro de um que era ao lado, na esquina do “Te Mataré Ramirez”.

2. Jardim Japonês

Localizado em Palermo, o Jardim Japonês não é clichê, é muito bonitinho e vale a visita, mas, claro, se você curte esse tipo de passeio. Tem gente que não topa pagar para ver jardins, por ex. Super bem organizado, ele é uma representação de um típico parque do Japão, com lagos, pontes, cachoeiras e muitas plantas e flores.

Jardim Japonês - O que fazer em Buenos Aires

Jardim Japonês - O que fazer em Buenos Aires

❓Como chegar ao Jardim Japonês

Endereço: Av. Figueroa Alcorta e Avenida Casares, Palermo. Aberto diariamente, das 10 às 18 hs. Linhas de ônibus: 15, 37, 59, 60, 67, 93, 95, 102, 108, 118, 128, 130, 141, 160 e 188. De metrô não compensa, pois fica muito distante.

💰Ingresso: 95 pesos, cerca de R$19,00.

Palermo ainda abriga um famoso Jardim Zoológico, em que é possível dar comida a alguns bichos e que muitas pessoas falam muito bem. Eu não conheci mas para quem gosta ou estiver com crianças, pode ser uma boa opção.

3. Explorar o bairro da Recoleta

O bairro da Recoleta não pode ficar fora da sua viagem a Buenos Aires. Inclusive, se você estiver indo com sua família e queira alugar um apartamento, os prédios da Recoleta são maravilhosos e este é o melhor bairro para para se esquecer do Brasil e se sentir, de verdade, em um outro país. Aprecie e ande sem pressa por suas ruas e se admire pela arquitetura dos seus prédios (à la Belle Époque) e pelos passeadores de cães profissionais e seus inúmeros cachorros pelas suas ruas.

Recoleta - O que fazer em Buenos Aires

4. Cemitério da Recoleta

Antes que alguém ache estranho um cemitério ser um dos principais pontos turísticos de uma cidade ou possua algum tipo de bloqueio com esse tipo de lugar, é preciso dizer que o Cemitério da Recoleta, na verdade, é considerado um grande museu a céu aberto por dois motivos: 1. o grande número de obras de arte de estilo pórtico neo-clássico, colunas clássicas, símbolos relacionados à morte e túmulos mais luxuosos que o outro; 2. porque no cemitério estão os restos mortais de personalidades famosas da política, cultura, arte e ciência.

Cemitério da Recoleta - O que fazer em Buenos Aires

Cemitério da Recoleta - O que fazer em Buenos Aires

É preciso registrar que essa ferveção turística em torno do Cemitério da Recoleta é porque, atualmente, acontecem poucos enterros no local devido ao pouco espaço livre disponível e o alto preço do terreno (dizem ser o metro quadrado mais caro da cidade); e com ele praticamente desativado, é possível caminhar e se perder por entre suas ruelas e túmulos, rs, que são muitos. Cá pra nós, quem toparia passear em um cemitério com ele operando a todo vapor? Cruzes! 

Cemitério da Recoleta - O que fazer em Buenos Aires

❓Como chegar ao Cemitério de Recoleta

Endereço: Junín 1760. Linhas de ônibus: , 17, 61, 62, 67, 92, 93, 10, 37, 38, 41, 59, 60, 95, 101, 102, 108, 118, 124, 130. Entrada: Gratuita, aberto todos os dias das 8 às 18hs.

5. Faculdade de Direito e Floralis Generica 

Saindo do cemitério, caminhando à esquerda, vale uma passada na Basilica Nuestra Señora del Pilar, inaugurada em 1732. É uma igreja de fachada simples mas muito bonitinha e aconchegante por dentro. Seguindo na mesma direção, logo ao seu horizonte estará a belíssima, imponente e colossal Faculdade de Direito.

Faculdade de Direito - Buenos Aires

Ao lado da faculdade, você encontrará outro símbolo da cidade, a Floralis Generica ou Flor de Metal. Do arquiteto argentino Eduardo Catalano, a flor foi construída pela fabricante de aviões militares Lockheed Martin, e não se trata de uma flor ou obra de arte estática: ela se abre e se e fecha conforme a luz do sol, mimetizando uma flor de verdade. É muito maravilhoso o momento em que ela se move!

Flor de Metal - Buenos Aires

6. Casa Rosada

A Casa Rosada é a sede do governo argentino e, do ponto de vista arquitetônico é eclético, combinando elementos de diferentes estilos, em especial, franceses e italianos. Parada mais que obrigatória para quem vai a Buenos Aires, a Casa Rosada encanta por sua cor, que convenhamos, não é normal encontrar por aí, e por ser uma construção leve e muito bonita. Mesmo não tendo a ostentação de muitas sedes de governo, ela jamais passará despercebida.

Casa Rosada - Buenos Aires

A visita à Casa Rosada é gratuita e é preciso pedir permissão com 15 dias de antecedência. Nas visitas guiadas dá para conhecer a sua história e arquitetura e o passeio inclui os principais setores, como Salão de Patriotas Latinoamericanos, Pátio das Palmeiras, Salão das Mulheres Argentinas, Varanda para a Plaza de Mayo e Escritório Presidencial. Tempo: 60 minutos e só pode ser feita aos sábados, domingos e feriados das 10:00 às 18:00 hs. Marque sua visita aqui: https://visitas.casarosada.gob.ar.

Mesmo que você não faça essa visita guiada, é possível adentrar o pátio principal da Casa Rosada e sentir um gostinho dela por dentro.

Casa Rosada - Buenos Aires

❓Como chegar à Casa Rosada

Endereço: Balcarce 50 (Plaza de Mayo). Metro: Linha A: estação Plaza de Mayo. Linha B: estação Leandro N. Além. Linha D: estação Catedral. Linhas de ônibus: 2, 4, 6, 20, 22, 24, 28, 29, 33, 50, 56, 61, 62, 64 , 74, 91, 93, 99, 105, 109, 111, 126, 130, 140, 142, 143, 146, 152.

🏃Estando no bairro de San Telmo, só descer a rua do Mercado de San Telmo que dará direto na Casa Rosada.

7. Plaza del Mayo

Em frente à Casa Rosada, está a Praça del Mayo (Praça de Maio), a praça mais importante de Buenos Aires, cenário de acontecimentos políticos mais importantes da história argentina. Em seu centro está a estátua equestre do General Manuel Belgrano, importante líder militar e criador da bandeira argentina.

Plaza del Mayo - Buenos Aires

Observe o arredor da Praça de Mayo. Nele estão localizados vários edifícios históricos e governamentais: o Cabildo, o Palácio do Governo da Cidade de Buenos Aires, bancos, ministérios e a Catedral Metropolitana onde rezou missa o Papa Francisco durante mais de 20 anos. Ai, que emoção! O estilo da catedral é neoclássico e a fachada é composta por doze colunas coríntias e acima delas assenta um frontão triangular decorado com uma representação bíblica.

Quando eu fui ainda não tinha inaugurado, mas hoje não deixe de conhecer o Museu Cardenal Jorge Mario Bergoglio, em homenagem ao Papa Francisco que funciona dentro da catedral desde 2013.

Catedral Metropolitana de Buenos Aires

Não parece mas essa é a Catedral Metropolitana de Buenos Aires

8. Feira de San Telmo

A Feira de San Telmo não é aquele tipo de feira que vende artesanato, atualidades e comidinhas.  Muito pelo contrário, a feira é beeem pitoresca, repleta de antiguidades e seus vendedores, bem mais velhos, particularmente, achei uma atração à parte. Não deixe de observá-los e imaginar como são suas vidas. Do ponto de vista comercial, não achei nada de interessante para comprar na feira (é muita quinquilharia mesmo!), mas é muito interessante conhecê-la.

A feira acontece na Plaza Dorrego, mas as ruas vizinhas estão cheias de ambulantes vendendo souvenirs, pinturas, retratos, lenços, pulseiras, artesanato. Aí é que estão as boas opções de compra e a preços muito bons! Numa dessas ruas, você encontrará o Mercado de San Telmo. São nessas ruas também que acontecem muitas apresentações de tango (as melhores!) e de grupos musicais.

Feira de San Telmo - Buenos Aires Feira de San Telmo - Buenos Aires

❓Como chegar à Feira de San Telmo

Endereço: Praça Dorrego, Rua Defensa e Humberto I, San Telmo. Linhas de ônibus: 22, 24, 28A, 28B, 29, 33, 54, 61, 62, 74, 86, 93, 126, 130, 143, 152 e 159. Estando na Plaza de Mayo, só subir a primeira rua à esquerda da Casa Rosada.

‼Todo domingo, das 10 às 17 hs.

9. Caminito

A Rua Caminito é um dos outros marcos da cidade de Buenos Aires. Seu nome refere-se ao popular tango de 1926, de Peñalosa e Filiberto. Distante do centro, no coração do bairro simples de La Boca, o Caminito está localizado a cerca de 400 metros de La Bombonera, o estádio do Club Atlético Boca Juniors.

Caminito - Buenos Aires

As casas simples e típicas do Caminito são também conhecidas como “Conventillos”. Eram típicas dos imigrantes genovês no final do século XI e são pintadas em várias cores devido a sobras de tinta das oficinas do porto. Dá para perceber que as condições de vida nesses conventillos são bem pobres e algumas delas foram transformadas em lojas de souvenirs.

Caminito - Buenos Aires

Pela rua do Caminito você irá encontrar muitos artistas de rua dançando tango (hora ideal para tirar aquelas fotos… você sabe como, kkk), cafés, bares, restaurantes e lojas de souvernirs.

Caminito - Buenos Aires

❓Como chegar ao Caminito

Eu fui ao Caminito num daqueles ônibus de turismo que tem bastante pela cidade. É possível ir também através das linhas de ônibus: 29, 33, 64, 53, 152.

‼ O Caminito é bastante visitado por turistas durante o dia e é uma área segura. Porém, tome cuidado e não leve muitos objetos de valor, se você for andar pelas ruas do bairro, pois o La Boca é considerado um local perigoso e não é recomendável visitar o bairro à noite.

10. Rua Florida

A Rua Florida ou Calle Florida é o coração pulsante e comercial de Buenos Aires. A mais famosa de suas ruas, na verdade é um grande calçadão de pedestres que se estende por 10 quadras até a Plaza San Martin.

Na Rua Florida há inúmeras lojas populares e das principais marcas, onde é possível comprar de tudo: calçados, roupas, bolsas, artesanato e muito mais. Você também encontrará restaurantes fast food, a Farmacity (vale a passada!), cafés, sorveterias e um conglomerado de turistas, trabalhadores e moradores da cidade. Ao longo dela há diversos shows de artistas dançando tango, tocando músicas e apresentando suas artes.

No cruzamento da Rua Florida com a Avenida Córdoba, você encontrará a Galerias Pacífico, um importante centro comercial construído em 1894. Lembrando as famosas Galerias Lafayette de Paris e a Vittorio Emanuelle em Milão, ela se destaca por suas fachadas e afresco pintado por dentro e abriga muitas grifes. É muito legal para conhecer mas os preços não são tão legais assim. Pesquise! 😊

Galerias Pacífico - Buenos Aires

❓Como chegar à Rua Florida

Metrô: Linha A: Estação Perú. Linha B: Estação Florida. Linha C: Estação Plaza San Martín e Estação Lavalle. Linha D: Estação Catedral e Estação 9 de Julio. Linhas de ônibus: 6, 8, 22, 23, 26, 28, 29, 33, 45, 50, 56, 61, 62, 64, 74, 91, 93, 99, 109, 115, 126, 130, 140, 143, 152, 195.

11. Puerto Madero  

Puerto Madero é uma região lindíssima e não pode faltar no seu roteiro a Buenos Aires. Antes um porto abandonado, hoje é um lugar belíssimo, limpo, com um visual incrível e considerado um dos lugares mais chiques de Buenos Aires.

Puerto Madero - O que fazer em Buenos Aires

Andar pelo seu calçadão, apreciar as paisagens, diferentes arquiteturas e sentir a energia do lugar é a melhor pedida. Os destaques ficam por conta de um poderoso centro financeiro com prédios altos ultra modernos, a Ponte de la Mujer, o Museu da Fragata Presidente Sarmiento e um cassino que funciona num navio atracado.

Puerto Madero - O que fazer em Buenos Aires

Não dá pra falar de Puerto Madero, sem falar dos seus restaurantes. São vários e é difícil escolher o qual você vai entrar. O único porém são os preços bastante elevados nessa região. Há quem prefira não pagar esse luxo e ir a outros bons restaurantes pela cidade. Bem, se é lá que você irá almoçar ou jantar, o destaque vai para o bem famoso Cabaña Las Lilas, que iria entrar mas acabei desviando para um que tinha uma vaquinha na frente e que tinha a melhor carne que comi na vida. Só não me recordo o nome. Mas se essa vaquinha ainda estiver lá, pode entrar que a dica é certeira!

Em Puerto Madero está uma das muitas unidades da Sorveteria Freedo, sorveteria mais que famosa argentina, que tem o melhor sorvete de doce de leite do mundo! Não deixe derreter essa oportunidade.

🏃Durante o dia, da Casa Rosada dá pra ir andando tranquilamente para Puerto Madero.

‼Qual o melhor lugar para assistir a um show de tango em Buenos Aires?

Bem, são muitas as opções pela cidade e cada um oferece alguma coisa diferente. Eu preferi assistir aos shows de artistas populares nas ruas a pagar tão caro por essa atracão. Aqui vão alguns lugares que fazem shows de tango em Buenos Aires: Sabor a Tango, El Querandi, Madero Tango, Señor Tango. Esquina Carlos Gardel, La Ventana, Tango Porteño, Piazzolla Tango, El Viejo Almacén,

Eu também falei nesse post que é possível assistir a apresentações de tango dentro do tradicional Café Tortorni.

💰Onde cambiar em Buenos Aires?

Chegando ao aeroporto haverá alguma agência de câmbio 24 horas, mas se o Banco de la Nación ainda estiver aberto, escolha ele. Mas troque apenas uma pequena quantidade. Pelas ruas e no centro de Buenos Aires tem ótimas agências para cambiar e você com certeza encontrará taxas de conversões muito melhores.

 🚆Daqui pra onde?

Um bate e volta muito legal para se fazer de Buenos Aires é para Colonia Del Sacramento no Uruguai. Falo em breve aqui sobre lá!

Gostou? Compartilhe!

Comente direto no Facebook

comentários