Av. Sete de Setembro

Av. Sete de Setembro x 25 de Março: Pra quem adora um pechincha

Av. Sete de Setembro

A Av. Sete de Setembro é uma das principais e a mais tradicional via urbana de Salvador. Inaugurada em 1916 (102 anos esse ano!) fez parte plano de remodelação de Salvador, buscando conectar o centro antigo, às antigas áreas da aristocracia, como Graça, Corredor da Vitória e Barra.

Av. Sete de Setembro

Com 4,6 quilômetros de extensão, a Av. Sete de Setembro tem início na Ladeira de São Bento e término no Farol da Barra. Sui-generis, perde sua denominação oficial em alguns trechos como no Campo Grande, Corredor da Vitória, Ladeira da Barra, Porto e, por fim, no Largo do Farol.

Na década de 70, com a expansão de Salvador e a abertura do Shopping Iguatemi, a Av. Sete de Setembro entrou em processo de abandono e degradação, passando a ser frequentada pelas classes populares.

Embora sem o glamour de outrora, mas com o charme e importância histórica, a nossa Av. Sete resiste em meio a calçadas com buracos como a principal opção de comércio popular de Salvador. Além de bons preços, e, como dizem os baianos, onde se encontra de um tudo, há ainda a inesquecível lembrança do nosso carnaval.

Rua 25 de Março

A mais famosa rua de comércio de São Paulo é o maior centro comercial da América Latina e recebeu esse nome em homenagem à data em que o Imperador Dom Pedro I outorgou a 1ª Constituição do Brasil, no dia 25 de março de 1824.

Av. Sete de Setembro

A Rua 25 de Março tem 152 anos e está localizada no centro de SP, próxima ao Mercado Municipal, da Estação São Bento e da Praça da Sé. Sua fama ficou tão grande que hoje ela é também um dos principais pontos turísticos da capital paulista.

A 25 de Março recebe um misto de consumidores, desde sacoleira até “madame”. São 3.000 lojas e um mundo de ambulantes onde se encontra todo o tipo de produto: caro, barato, simples, nacional, importado, e, sobretudo, falsificado.

Rua 25 de Março
Muvucada, bater perna pela 25 de março é uma epopeia, por isso é bom ir preparado para ambulantes gritando em seu ouvido, passando massageador e outras interações, rs. Em véspera de feriado e sábados, a multidão é absurda, deve-se andar com atenção aos pertences e ter cuidado com informações passadas. Os preços são populares mas tem que rodar pra valer (ainda) mais as compras.

Gostou? Compartilhe!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 1 =

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + 1 =