Boteco do França

Boteco do França: O melhor e (mais caro) boteco de Salvador

Não escondemos de ninguém: amamos e somos um habitué do Boteco do França. Já rolou diversos posts aqui no Diário (só clicar na tag!) com dicas de muitos pratos do seu cardápio, que levam nomes de personalidades baianas. Os pratos (petiscos e refeições), quase sem exceção, são todos ma-ra-vi-lho-sos e bem servidos.

O atendimento rápido e cortês também merece destaque. E a atmosfera do Boteco do França é o seu maior trunfo. Com três décadas de estrada, numa cidade como Salvador, em que restaurantes abrem e fecham a cada verão, é um indicativo de público cativo e muita qualidade. Em suma, as razões do sucesso do França são: excelente comida, bom atendimento e o próprio público que o frequenta.

Nem sua recente modernizada (que a gente até sinalizou aqui que não havíamos simpatizado) pela descaracterização externa do prédio, não mais nos incomodou da última vez que fomos lá. A reforma privilegiou elementos da cultura baiana, com um toque de modernidade. Ficou lindo!

Boteco do França

O único porém que inviabiliza frequentar este lugar mara são os seus preços (que nunca foram muito baratos). Essa Isca de Peixe a dorê com molho tártaro está custando R$59 (😱), era R$40 em 2015. A batata frita custa R$15 (era R$12). A taça do vinho sai a R$16 (era R$10). O vinho Dom Luciano sai a $59.

Boteco do França

Gostou? Compartilhe!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *