O que fazer em Dresden

Dresden: a cidade perfeita para uma parada entre Berlim e Praga

Assim como Heidelberg, coloquei Dresden meio que de forma aleatória no meu roteiro na Alemanha. Eu iria de Berlim para Praga e em todos os blogs de viagem estava lá escrito como era tranquilo e factível fazer um pit-stop em Dresden nesse caminho. Depois de ler e conhecer a história dessa cidade, não tive dúvidas: pre-ci-so conhecer essa cidade!

Há algo mágico e inexplicável em Dresden. A capital da Saxônia oferece uma mistura perfeita entre o antigo e o novo e eu me senti profundamente tocada e encantada por tudo que eu vi lá. Sem sombra de dúvida, Dresden é uma das mais belas cidades alemãs mesmo depois do bombardeio de 1945  pelas Forças Aliadas que deixou a cidade em ruínas, incluindo todos os seus marcos mais famosos e onde morreram 25.000 pessoas nesses ataques.

Dresden

Foto: Viator

A cidade ficou um caco mas você nem vai acreditar que isso ocorreu quando caminhar por suas ruas. Toda a cidade foi completamente reconstruída exatamente como era antes e é absolutamente impressionante constatar isso com os próprios olhos.

Hoje, décadas após os horrores da Segunda Guerra Mundial, Dresden está em pleno funcionamento com tamanha vitalidade que dificilmente se pode dizer que uma vez teve uma história sombria. Enquanto a Altstadt (Cidade Velha) oferece vistas espetaculares durante o dia e à noite, o distrito de Neustadt (Cidade Nova) ganha ainda mais vida à noite.

Como ir de Berlim a Dresden

Ao voar para Dresden, você chegará ao Aeroporto de Dresden-Klotzsche, localizado no norte da cidade. Para se deslocar para o centro da cidade, o caminho mais rápido é pegar o trem local (S-Bahn , linha S2), que leva apenas 20 minutos.

Eu cheguei a Dresden de ônibus de Berlim, e a viagem durou cerca de 2h e 30 min. Chegando de ônibus ou trem, você chegará a Dresden Hauptbahnhof ou Dresden Neustadt. Se você ficar hospedado em Dresden, verifique qual delas está mais perto de sua acomodação. Se não, aconselho você descer na Hauptbahnhof, que é a estação central e onde você pode ir andando até a Altstadt.

O que fazer em Dresden

→ Altstadt (Cidade Velha)

Ne-nhu-ma Altstadt me encantou mais na Alemanha que a de Dresden. Eu já tenho uma queda por essas coisas mais velhas e históricas, mas a Cidade Velha de Dresden, meu Deus, é demais. Ela é bastante compacta e fácil de explorar a pé. Andar por aí observando e absorvendo toda a história e adorando os edifícios é definitivamente uma das minhas coisas favoritas para fazer quando estou viajando.

A  minha primeira parada na Cidade Velha foi o Schloss e a Procissão dos Príncipes (Fürstenzug), o maior mural de porcelana do mundo, composto por 25.000 peças. Você realmente fica bestificado com a beleza e grandiosidade desse painel!

O que fazer em Dresden O que fazer em Dresden

Nele estão contados mais de mil anos de história das dinastias da Saxônia, com seus 94 personagens, 35 deles príncipes e reis e, os demais, cientistas, artesãos, soldados, agricultores e crianças. Fascinante andar entre esses 101 metros onde predomina o amarelo e saber que ele foi construído entre 1872 e 1876 e que 90% do que você vê é original e resistiu aos bombardeios de 1945. Tem coisas que realmente não tem explicação!

O que fazer em Dresden O que fazer em Dresden

A poucos passo desse painel, está a Igreja de Nossa Senhora (Frauenkirche) que foi construída em 1726-43 e foi completamente destruída em 1945. As ruínas desta igreja ficaram em uma pilha por 45 anos e permaneceram como um memorial até 1994, quando a reconstrução da igreja finalmente terminou em 2005, um ano antes do aniversário de 800 anos da cidade. A igreja parece nova, mas com sinais da guerra deixada para trás. Dentro da igreja são lindas as cores pastel e a forma única e um alto teto abobadado para admirar. Entrei na igreja mas infelizmente não tirei fotos dela.

O que fazer em Dresden

Foto: Reprodução/Internet

Já a Catedral da Santíssima Trindade (Katholische Hofkirche), é uma combinação única de arquitetura romana e barroca. O órgão Silbermann, com seus 3.000 tubos de órgão, foi removido em 1944, evitando a destruição durante os ataques aéreos de 1945. Os sarcófagos dos governantes Wettin estão na cripta da catedral. Enquanto o corpo do rei Augusto II é enterrado ao lado dos reis poloneses na catedral de Cracóvia, seu coração é mantido em uma caixa de cobre debaixo da Hofkirche. Diz a lenda que sempre que uma mulher bonita passa, seu coração começa a bater novamente. Haha, só rindo! Essa catedral é belíssima e as suas laterais são lindas demais, vale também a conferida.

O que fazer em DresdenO que fazer em Dresden

O Brühlsche Terrasse ou Brühl Terrace é um belíssimo conjunto arquitetônico que se estende por cerca de 500 metros ao longo do Elba, também chamado de varanda da Europa. É uma de-lí-cia ficar nessa área apreciando o rio Elba, arquitetura de Dresden e o visual do outro lado do rio.

O que fazer em DresdenO que fazer em DresdenO que fazer em DresdenO que fazer em DresdenO que fazer em Dresden

Outro local lindo de morrer na Cidade Velha é o Zwinger, um exemplo fascinante da arquitetura barroca, construído entre 1709 e 1732. Ele abriga o famoso Alte Meistergaleria, que reúne uma coleção de arte de Frederick August I e II, pinturas de artistas como Velázquez, Correggio e até o autorretrato de Rembrandt. Nele também está o pavilhão da cidade (Glockenspielpavillon), que abriga uma coleção de porcelana, considerada a mais importante da cidade. Eu explorei bastante o pátio do Zwinger mas não entrei nas suas galerias pois já estavam fechadas.

Foto: Staatliche Kunstsammlungen Dresden

A Semperoper é a casa de ópera do Sächsische Staatsoper Dresden (Ópera Estatal de Dresden) e mais um edifício deslumbrante da Altstadt! O edifício foi construído no estilo de arquitetura “Dresden-Barroco”. Acima do portal, há uma carruagem, bem como uma estátua de Dionísio. Outros monumentos retratam artistas famosos como Johann Wolfgang von Goethe, Friedrich Schiller, William Shakespeare, Sófocles e Eurípides.

O que fazer em Dresden

Foto: Reprodução/Internet

Em 1945, durante a Segunda Guerra Mundial, o prédio foi destruído pelo bombardeio aliado. 40 anos depois, a casa de ópera foi reconstruída fiel à seu antecessora e reabriu com Der Freischütz, de Weber, a mesma ópera que foi apresentada antes da morte de Semperoper. Dizem que essa ópera de Dresden é uma das mais conceituadas de toda a Europa e eu bem que tentei assistir a uma apresentação, mas infelizmente o horário iria colidir com o meu ônibus para Praga. Pense que eu fiquei arrasada. O bilhete era míseros 9 €! Tava chegando um monte de gente pro espetáculo, o maior astral… ai que raiva que me deu de não ter vivenciado esse momento único.

Gente, são tantos prédios lindos nessa parte da cidade, que você não sabe para onde olhar, nem o que fazer com tanta beleza diante dos seus olhos. Eu fiquei em quase estado de levitação nessa cidade e à medida que a noite vai caindo e as luzes se acendendo, fica um espetáculo ainda mais lindo, misterioso, que eu nem tenho palavras para descrever. Depois eu segui para a Cidade Nova, mas olha, eu até me arrependi, deveria ter ficado pela Cidade Velha mesmo porque né… nem se compara. Veja a única foto que tirei da noite de Dresden e que prestou, vergonha.

O que fazer em Dresden

→ Neustadt (Cidade Nova)

Em frente à Cidade Velha, uma ponte vai levar você para o outro lado do rio Elba, a parte nordeste da cidade, conhecida como Neustadt (Cidade Nova). A primeira coisa que você verá é uma grande praça, dominada pelo Golden Rider (Cavalheiro de Ouro), erguida em 1736. Esta estátua de ouro sugere a antiga glória que costumava ser Neustadt antes da Segunda Guerra Mundial, que infelizmente foi toda destruída. Por trás dessa estátua, fica a Hauptstrasse (rua principal), ladeada de árvores e repleta de lojas. O ouro que brilha nessa estátua à noite é realmente de babar.

O que fazer em Dresden

Com seus 150 pubs, bares e restaurantes, o bairro de Neustadt parece ser o local ideal se você quiser curtir a noite na cidade. Dresden é também uma cidade universitária e dizem que este é o lugar onde todos saem e percebi pessoas realmente curtindo nas ruas e tal. No verão, rola muitas Biergartens aqui.

Essa área de Dresden é repleta de grafites de arte. A Kunshofpassage é uma dessas atrações que muitos turistas procuram mas não encontram. Confesso que só achei esse lugar porque dois locais me ajudaram. Trata-se de uma área que fica um pouco escondida no labirinto de quintais da Görlitzer Straße. Quando eu finalmente consegui encontrar esse lugar, os prédios estavam quase todos fechados e não deu para confirmar se esse lugar era realmente tão bacanudo como dizem (o visual sem dúvidas, é!). Se alguém aqui já foi, pode escrever como foi nos comentários. Dizem que, se você vai lá em um dia chuvoso, você vai ver um prédio que “toca música”. Wow! Esse lugar fica na Görlitzer Str. 21-25.

O que fazer em Dresden

Onde comer em Dresden

Ao procurar um lugar para comer na Neustadt, você tem várias opções, pois aqui estão a maioria dos melhores restaurantes, bares e clubes da cidade. Bem, logo ao lado direito da estátua dourada, em frente ao rio Elba, você verá uma espécie de galeria cheia de lojas e restaurantes (logo na frente tem o Eiscafee Venezia). Eu jantei no Trattoria La Piazzetta e foi uma das melhores massas que já comi na minha vida, um talharim com frutos do mar simplesmente memorável e delicioso. Até hoje lembro dele. Ainda um garçom brasileiro atendeu a gente, então foi tudo mais que perfeito! End: Neustädter Markt 8.

O que fazer em Dresden

Como se locomover em Dresden

Em Dresden, você consegue visitar os principais pontos da cidade caminhando. Eu saltei na estação Hauptbahnhof e conheci os principais lugares da Cidade Velha e da Cidade Nova a pé. Claro que para voltar à estação ou ao seu hotel você estará cansado, mas o sistema de transporte público de Dresden é bem simples e bem sinalizado, com mapas, horários e todas as informações necessárias para você não se perder. Eu voltei para a estação naqueles trens elétricos e foi bem tranquilo.

Planeje sua viagem para Dresden

Hospedagem em Berlim

  • Booking.com tem 439 hotéis, hostels e pousadas em Dresden e em todo o mundo. Você obtém cancelamento gratuito na maioria dos quartos e garantia de menor preço.

Aluguel de carros em Dresden

  • RentCars é o um dos maiores serviços de reservas de aluguel de carros do mundo, que compara todas as principais marcas.A cobrança é feita em reais em qualquer local do mundo e você pode dividir em 12x no cartão ou ter 5% de desconto no boleto.

Seguro de viagem na Europa

  • Seguros Promo é um site que faz cotação para encontrar o seguro viagem com melhor preço. Leitores do blog tem 5% de desconto, além de poder parcelar no cartão em até 12x ou 5% a mais no boleto.

Alguém aqui já visitou essa cidade extraordinária da Alemanha? O que achou?

Gostou? Compartilhe!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + 6 =

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 1 =