Coach Salvador

Entrevista com Maly Motta, Coach de Relacionamentos

Você sabe o que é “COACHING”? Coaching é um processo de autoconhecimento que lhe permite descobrir seus talentos e suas habilidades a fim de elevar a sua performance dentro do seu objetivo, aumentando os resultados positivos por meio de metodologias, ferramentas e técnicas cientificamente validadas, aplicada por um profissional habilitado (Coach), em parceria com o cliente (Coachee).

Maly Motta, atualmente, é um dos principais nomes do mundo do Coaching em Salvador. Formada em 2014 e especializada na técnica de libertação das emoções negativas – EFT – essa dulpa técnica traz para a sessão um ganho maior, pois as crenças que trazem sofrimento são aos poucos sendo dissolvidas e você vai se dando conta do seu potencial de criar a sua nova realidade.

Maly hoje atende pessoas que têm dificuldades no relacionamento com elas mesmas e com outras pessoas: quer seja no casamento, noivado, namoro, na família, no trabalho. Para ela, “aceitar as diferenças, respeitar as escolhas alheias, ser assertivo e saber dizer não são apenas algumas das premissas para que as relações sejam saudáveis”.

Seja no seu site (www.malymotta.com) ou em suas redes sociais (Instagram: @malymotta.coach, Facebook: Maly Motta Coach), Maly diariamente entrega dicas, lições sobre como melhorar ou refletir sobre as relações. Dona de um sorriso encantador e uma simpatia sem igual, resolveu bater esse papo gostoso com o Diário de Salvador.

Coach Salvador

Diário de Salvador: Maly, primeiramente, como acontece o processo de formação profissional Coach?

Maly Motta: Cada escola tem o seu método e as suas técnicas. A escola que eu me formei é de São Paulo e a formação se deu através de uma verdadeira imersão ao nosso interior. Primeiro fizemos coaching na nossa vida e assim, na prática, sob a ótica da Coachee (cliente do processo de coaching) que eu estava sendo naquele momento, pude perceber o que é fundamental para que o despertar da minha consciência ocorra e eu realize a transformação na minha vida. Ainda como Coachee, pude perceber a atuação adequada de um Coach para que ele pudesse, de forma imparcial, despertar em mim a responsabilidade das minhas ações para que eu atingisse o meu objetivo. Depois foi a vez de eu atuar, como Coach, dentro da minha formação para que o meu supervisor evidenciasse os pontos a serem fortalecidos. O processo de Coaching de dá com o aprendizado de algumas técnica, conhecimentos e feramentas da PNL, psicologia positiva e da administração de empresas. Cada escola tem a sua carga horária e método de aprovação na formação.

Diário de Salvador: Como funciona o processo de Coaching, de uma forma geral?

Maly Motta: Quando um futuro Coachee me procura, faço uma entrevista inicial para entender qual o objetivo dele e medir o seu compromisso nesse processo. Quando ele define o seu objetivo e percebo que ele se sente responsável pela busca dos seus resultados (Coach não promete resultados, mas sim se entregar ao máximo com a sua atenção, disposição das suas melhores técnicas para que ele aja em busca do seu objetivo), definimos quantidade das sessões, dias e horário fixos durante todo o processo, frequência e duração das sessões (que geralmente é semana com duração de 1 hora cada sessão), se será online ou presencial, caso ele esteja em Salvador e quando iniciaremos. É um processo de cocriação porque o Coachee, com a facilitação do Coach, vai se propondo a agir em busca dos seus resultados. No coaching não há aconselhamento, pois as escolhas são do Coachee. E o resultado é de sua responsabilidade também.

Diário de Salvador: Como as pessoas com dificuldade de relacionamentos com colegas de trabalho, na família ou amorosos podem melhorar com a ajuda de um Coach?

Maly Motta: O trabalho do Coach possibilita ao Coachee o despertar da sua consciência para que faça uso do seu poder interno, vivendo o momento presente de forma ativa e jamais como vítima da relação com quem quer que seja. Desperta nele também a responsabilidade de fazer melhores escolhas (de pensamento, sentimentos, ações e pessoas) para que garanta a sua alegria, paz e leveza no seu dia-a-dia. Lembrando que o resultado é do cliente, na proporção do quanto ele esteja disposto a abandonar velhos padrões de pensamentos, sentimentos e ações que o perturbavam.

Diário de Salvador: O coaching é similar à terapia?

Maly Motta: Não. O coaching é diferente da terapia. É um processo que trabalha o hoje com foco no amanhã. Lhe impulsiona a agir hoje e conseguir o que deseja. Nas minhas sessões, quando vejo que o Coachee não consegue abandonar uma ideia fixa em virtude de algo que vivenciou no passado, separo algumas sessões para realizarmos a técnica de libertação das emoções negativas – EFT – e essa, por ter modalidade de terapia, nos permite acessarmos o passado para que o Coachee, com o complemento das suas tarefas semanais, sinta esse passado com mais leveza e possa viver o hoje com foco no que deseja.

Diário de Salvador: O coaching só pode ser realizado presencialmente?

Maly Motta: Não. Há 2 anos trabalho com sessões de Coaching online e vejo que o resultado, em alguns casos, é melhor. Como as pessoas estão na sua casa ou no seu escritório, num local que se sentem mais à vontade e sem a presença do profissional na sua frente, muitas se “abrem” mais do que quando a sessão é presencial. Outra vantagem dessa modalidade é a economia porque o transporte é zero e a pontualidade e frequência ideal nas sessões. Quando a sessão é presencial, com a dificuldade de locomoção nas cidades grandes, alguns Coachees chegam com atraso, uma vez um Coachee chegou nos últimos 15 minutos e a sessão ficou prejudicada porque o Coachee depois dele já estava na sala de espera. Outros nem podem chegar a tempo e como não houve um aviso anterior a 24h, não temos como repor a sessão. A sessão online permite que pessoas de qualquer lugar do Brasil ou até mesmo do mundo possa fazer o trabalho de Coaching ou de exclusivo de EFT comigo.

Diário de Salvador: Qual o impacto que uma cidade grande pode causar no processo de bem estar de uma pessoa?

Maly Motta: No meu ponto de vista, há impactos agradáveis e outros não… Sobre os primeiros, uma cidade grande possibilita maior opção de estudo; entretenimento; cultura; melhores serviços com profissionais de diversas áreas e especializações. No tocante aos impactos negativos, a violência nos impede de aproveitar a natureza – que é tão necessária para a conexão do ser consigo mesmo; a dificuldade de uma rápida locomoção dificulta o acesso a mais compromissos durante o dia etc.

Diário de Salvador: Agora vamos fazer um link com a cidade de Salvador. É possível as pessoas utilizarem coisas positivas da cidade para melhorar seus relacionamentos?

Maly Motta: Sim! Salvador, como uma cidade grande, apresenta esses impactos desagradáveis que citei anteriormente, porém permite que eventos sejam realizados em locais internos, mais seguros como espaços de eventos, teatros, cinema, shoppings e até mesmo dentro das casas. Os encontros físicos aproximam muito as pessoas e quando isso é muito bem aproveitado, as relações ganham com tudo isso. Apesar da violência, com muita oração e pedido de proteção, ainda podemos desfrutar das belezas naturais das nossas praias. E essa nova linha de metrô vai dar mais possibilidade ao transporte rápido e seguro.

Diário de Salvador: Para finalizar, gostaria que você falasse onde as pessoas interessadas em aperfeiçoar seus relacionamentos podem te encontrar e como que você desenvolve seu trabalho.

Maly Motta: Elas podem acessar o meu site www.malymotta.com ou me escrever para contato@malymotta.com. Me encontram também no facebook (Maly Motta Coach), no instagram (@malymotta.coach) e no twitter (@malymotta_coach). O meu trabalho é todo desenvolvido na facilitação da expansão da consciência e da utilização do poder interno de cada um. Trabalho com o processo de Coaching, com o Coaching juntamente com a EFT, apenas com sessões de EFT, com terapia floral e ainda, com a numerologia para trazer esclarecimento sobre as energias que a pessoa carrega no seu nome e data de nascimento que poderão ser melhor usadas ou evitadas. Faço estudo numerológico para nome de profissionais e empresas. Tudo é forma de autoconhecimento e de melhor aproveitar o potencial em cada momento da vida.

Gostou? Compartilhe!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + cinco =