Roteiro de 2 dias em Edimburgo

Escócia | Roteiro de 2 dias em Edimburgo

Roteiro de 2 dias em Edimburgo. Edimburgo foi mais uma grata surpresa nas minhas andanças pelo Reino Unido. Com um centro histórico medieval esplendoroso e uma elegante arquitetura georgiana, Edimburgo é uma cidade fascinante, cheia de vida, belas colinas, ruas de paralelepípedos, pubs convidativos e uma tremenda história. Eu adoro edifícios de estilo gótico e os que eu encontrei Edimburgo são de tirar o fôlego. 

Roteiro de 2 dias em Edimburgo

Com uma arquitetura tão apaixonante e impactante como a de Londres, (mas a de Edimburgo é mais pesada e escura), a capital da Escócia, com muita facilidade, virou uma das minhas capitais favoritas no mundo e foi uma adição óbvia ao meu itinerário de algumas semanas no Reino Unido. Nesse post, irei compartilhar dicas sobre o que fazer em 2 dias em Edimburgo.

Roteiro de 2 dias em EdimburgoRoteiro de 2 dias em Edimburgo

Acredito que dois dias é uma quantidade de tempo razoável para passar em Edimburgo – um fim de semana ou como parte de uma viagem maior explorando o Reino Unido e a Escócia. Claro, você pode (e até deve) gastar mais tempo conhecendo a cidade, mas dois dias certamente permitirão que você veja muitos dos destaques da bela Edimburgo.

→ A cidade de Edimburgo

Aninhado entre o Firth of Forth (estuário do Rio Forth) e dois vulcões extintos, o centro turístico de Edimburgo está firmemente focado na “Cidade Velha”, envolto por uma crista da última era glacial que se estende do Castelo de Edimburgo ao Palácio de Holyroodhouse, e, entre eles, a Royal Mile, sua rua mais movimentada e recheada de antigas tavernas e inúmeras atrações. 

Roteiro de 2 dias em Edimburgo

Felizmente, embora haja muitas coisas para fazer e ver em Edimburgo, ela é uma cidade não muito grande e a maioria de suas principais atrações está concentrada justo nessa área denominada Cidade Velha. Por isso mesmo, como falei acima, os viajantes podem facilmente ver grande parte de Edimburgo em dois ou três dias tranquilamente. 

→ Roteiro de 2 dias em Edimburgo

Este itinerário que fiz está previsto para 2 dias em Edimburgo, cobrindo algumas das principais atrações, mas ele também serve de norte se você tem menos ou mais tempo na cidade.  

1. Castelo de Edimburgo

A Cidade Velha de Edimburgo se estende ao longo de aproximadamente uma milha, para ser específica, a Royal Mile (guarde esse nome!). No extremo oeste da Royal Mile, fantasticamente acima da cidade e oferecendo uma maravilhosa vista panorâmica de Edimburgo e do seu entorno, fica o Castelo de Edimburgo.

Roteiro de 2 dias em Edimburgo

O castelo é o lar de uma variedade de exposições e artefatos da história escocesa, incluindo as jóias da coroa escocesa. O castelo é também onde a arma 1pm é disparada todos os dias, por isso, se você tem a chance de estar lá e ainda ver isso, deve ser uma experiência deveras diferente. 

Um bilhete inclui a opção de participar de uma visita guiada de 30 minutos ao Castelo de Edimburgo, que é a melhor maneira de aprender sobre a história do castelo. Após o passeio, você fica livre para explorar os vários compartimentos e pontos turísticos do castelo. 

Roteiro de 2 dias em Edimburgo Roteiro de 2 dias em Edimburgo

A fila enorme para entrar no castelo me fez desistir de visitá-lo. Mas não cometa essa besteira, pule a fila desde já e obtenha seu ingresso para o Castelo de Edimburgo com antecedência aqui.

2. Fingir ser realeza na casa da rainha

O Palácio de Holyroodhouse é o lar da família real quando eles estão na Escócia. O palácio era originalmente uma abadia construída em 1128 pelo rei David I, sendo convertido em palácio por Jaime IV. A forma atual do palácio foi reconstruída por Carlos II na década de 1670. 

Roteiro de 2 dias em EdimburgoRoteiro de 2 dias em Edimburgo

Incluído com a admissão, um áudio guia explica a história do palácio e fala sobre cada um dos cômodos/apartamentos de estado. O passeio auto-guiado atravessa salas como a Sala do Trono, salas de estar e a Grande Galeria. Além dos apartamentos do estado, estão os apartamentos mais antigos de Maria, Rainha dos Escoceses. Este é o lugar onde ela viveu depois de voltar da França e onde seu secretário, David Rizzio, foi assassinado pelo marido.

Ainda como atrações do palácio, estão as ruínas da abadia (melhor parte!), bem como os belos jardins do palácio. Essa visita vale muito a pena e eu falo mais sobre ela no post sobre o Palácio de Holyroodhouse.

3. Caminhe pela Royal Mile 

A Royal Mile é o coração de Edimburgo, um adorável trecho de ruas interconectadas em que, de um lado está o Castelo de Edimburgo e, do outro, o Palácio de Holyroodhouse, e, entre eles, a Castlehill, Lawnmarket, High Street, Canongate e Abbey Strand. 

Roteiro de 2 dias em Edimburgo

Ela não é exatamente uma milha de comprimento, mas tudo é perto o suficiente e preenchido com uma variedade de atrações, desde o acima mencionado, mais lojas de souvenirs, restaurantes, tabernas e pubs. Há também uma série de belos edifícios, igrejas e monumentos ao longo do comprimento da rua, os quais contribuem para tornar este um lugar muito marcante e inesquecível. Ai, eu adoro uma rua!

4. Catedral de St. Giles

Também na Royal Mile, a cerca de um terço do caminho do castelo, fica a Catedral de St Giles. A Catedral de St. Giles foi uma das igrejas mais marcantes, lindas e emocionantes que já entrei em toda minha vida, e olha que não foram poucas, até chorei. Ela é a principal igreja de Edimburgo e se destaca do resto da cidade por sua torre em forma de coroa. Sorry, não consegui registrá-la na foto.

Roteiro de 2 dias em EdimburgoRoteiro de 2 dias em Edimburgo

St. Giles é o santo padroeiro dos leprosos e portadores de deficiências físicas. A igreja original foi construída em 1124 e a atual igreja foi construída em estilo gótico em 1370. Em 1450, o telhado foi erguido e a igreja foi ampliada. O mais antigo vitral da catedral é de 1873 e o mais novo é de 1985, uma janela criada pelo artista islandês Leifur Breidfjörd.

Roteiro de 2 dias em EdimburgoRoteiro de 2 dias em Edimburgo

Tanto o interior quanto o exterior da catedral são impressionantes, mas o destaque em minha mente ficou com a pequena Thistle Chapel, que abriga a Ordem Mais Antiga e Mais Nobre do Cardo. Esses eram essencialmente um grupo de dezesseis Cavaleiros e Damas mais a Família Real Britânica, criada por James II da Inglaterra em 1687, que era o Soberano da Ordem. 

A Ordem ainda existe hoje e é supervisionada pela atual rainha britânica, Elizabeth II. A Capela Thistle é liiinda, cheia de painéis de madeira e vale muito apena pegar um pouco do seu tempo para apreciá-la com mais calma. 

Roteiro de 2 dias em Edimburgo Roteiro de 2 dias em Edimburgo

5. Ouvir o som das Bagpipes (Gaitas de Foles)

Duas coisas que são essencialmente escocesas são as gaitas de foles e os kilts (a famosa saia roupa escocesa). Você pode já matar dois coelhos com uma cajada só em frente do Supremo Tribunal de Justiça na mesma Royal Mile. Todos os dias, muitos artistas de rua tocam gaitas de foles (bagpiping) por Edimburgo. Os sons melancólicos da gaita de foles são memoráveis e ecoam pelas ruas, podendo serem ouvidos a quarteirões de distância.

Roteiro de 2 dias em Edimburgo

6. (Não) esfregue o nariz do cão mais leal de Edimburgo

O cão mais famoso da Escócia é Greyfriars Bobby, um Skye Terrier que vigiava a sepultura de seu mestre por 14 anos. A história conta que John Gray, um policial de Edimburgo, adotou um cão vira-lata como seu cão de guarda e o nomeou Bobby. John Gray morreu e foi enterrado em Greyfriars Kirkyard. Bobby acompanhou seu mestre até o túmulo onde ele foi enterrado e continuou a guardar o túmulo todas as noites até que ele também faleceu, 14 anos depois.

Roteiro de 2 dias em Edimburgo

Me cortei da foto porque juro por Deus que não quero ficar aparecendo aqui

A estátua de bronze em tamanho real de Greyfriars Bobby foi erguida para lembrar o melhor amigo de John Gray. Muitos turistas acham que esfregar o nariz da estátua traz boa sorte, como evidenciado por seu nariz já gasto na foto. No entanto, os residentes de Edimburgo insistem que este é apenas um boato que foi iniciado por uma empresa de turismo e implora que os viajantes parem de esfregar o nariz de Bobby para que a escultura não seja destruída.

7. Cemitério de Edimburgo

O Greyfriars Kirkyard é um imenso cemitério (e ponto turístico!) situado bem no meio da cidade. Muitos dos cidadãos de elite de Edimburgo estão enterrados aqui, assim como alguns de seus vilões. 

Roteiro de 2 dias em EdimburgoRoteiro de 2 dias em EdimburgoRoteiro de 2 dias em Edimburgo

Depois de visitar a estátua de Greyfriars Bobby, os visitantes podem visitar o túmulo de John Gray (é um mausoléu bem imponente no cemitério, vai estar cheio de turistas na frente) onde Bobby dormiu por 14 anos, e a próprio túmulo de Bobby, onde os visitantes deixam paus para ele buscar na vida após a morte (juro que não entendi muito essa parte quando a guia falou, rs).

Roteiro de 2 dias em Edimburgo

Esse cemitério além de ser uma importante passagem, virou uma espécie de parque e lugar de lazer na cidade. Muitas pessoas ficam de boas nele tomando sol, comendo, lendo e até namorando. Credo.

Roteiro de 2 dias em Edimburgo Roteiro de 2 dias em Edimburgo

8. Procure por alguma Harry Potter Inspiration

Se você é apaixonado por Harry Potter e quer ir louco atrás de lugares que ocorreram gravações ou serviram de inspiração para a série, não pense que a estação St. Pancras e cidade de Oxford são o bastante. JK Rowling, a gênia escritora britânica, escreveu os livros de Harry Potter enquanto morava em Edimburgo e buscou inspiração para os livros também aqui, na sua cidade adotiva. 

Alguns dos nomes usados ​​nos romances de Harry Potter foram tirados advinha da onde? Justo de lápides do Greyfriars Kirkyard. Um é o nome daquele que não deve ser nomeado, Lord Voldemort, que na verdade se chama Thomas Riddle

Roteiro de 2 dias em Edimburgo

A lápide que inspirou o nome de Thomas Riddle, o Lord Voldemort

Outra inspiração de Harry Potter em Edimbugo é a curva colorida da Victoria Street, que foi a inspiração para o Beco Diagonal (lugar mais mágico e lindo de toda a série!) e a Escola de George Heriot que inspirou a arquitetura da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts.

Roteiro de 2 dias em Edimburgo

A curva colorida da Victoria Street, que foi a inspiração para o Beco Diagonal. Aiii me tira dessa foto, não tinha outra 🙂

O Café “The Elephant House” não serviu de inspiração para a obra, mas a escritora JK Rowling foi vista várias vezes escrevendo a série em suas mesas.

Roteiro de 2 dias em Edimburgo

9. Faça um Pub Crawl

Edimburgo é uma cidade suuper tranquila para se andar sozinho(a) altas horas da noite, especialmente na Royal Mile. E talvez seja por isso que os Pubs Crawls sejam tão famosos por lá. Em várias cidades da Europa é possível fazer essa “corrida” por vários pubs em uma única noite, mas sei lá, achei em Edimburgo uma experiência perfeita, quem sabe tenha sido justo por ela ser uma cidade muito tranquila e com uma pegada de interior.

Roteiro de 2 dias em Edimburgo

Sozinho, acompanhado ou com amigos, se junte a alguma turma e se jogue em algum pub crawl. É uma ótima oportunidade para visitar pubs diferentes e conhecer pessoas também. Os grupos saem andando, cantando and bebendo e é muitooo bacana. Os drinks nos bares têm desconto e, a depender, pode ser oferecido algum por conta da casa. Apenas duas regras: não morra e não seja preso, haha.

Não deixe de fazer! Além de uma ótima forma de fazer amigos de viagem, dá para conhecer a noite de Edimburgo de uma maneira nada convencional. Na Royal Mile você verá várias pessoas/empresas oferecendo o pub crawl. O Edinburgh Pub Crawl é o mais famoso. Os preços giram em torno de £10.

10. Monumento de Scott e Jardins da Princes Street

Esta imponente agulha gótica é um monumento nacional da Escócia para um dos seus filhos mais famosos, Sir Walter Scott. Edimburgo é uma cidade da literatura da UNESCO e o seu escritor mais famoso escreveu poemas, peças de teatro e romances, sendo creditado-o com a invenção do gênero da ficção histórica. Seus trabalhos mais conhecidos são Ivanhoe, Waverley, A Dama do Lago e Rob Roy.

Roteiro de 2 dias em Edimburgo

Scott é uma figura tão conhecida e amada na Escócia que até a principal estação de trem de Edimburgo tem o nome de seu primeiro romance: Waverley. Há vários monumentos para ele, sendo o mais significativo o enorme Monumento de Scott (o maior monumento a um escritor do mundo!), que fica na Princes Street, logo acima dos Jardins da Princes Street.

Chegando perto do monumento e você verá figuras dos romances de Scott, assim como outros escritores, poetas e figuras escoceses famosas. Este monumento icônico é aberto ao público e você pode subir até o topo para ter uma boa visão de Edimburgo. Há também uma sala de museu, dentro da qual você pode encontrar informações sobre a vida e obra de Sir Walter Scott. 

Jardins da Princes Street

Logo abaixo do monumento está o Princes Street Gardens. Outrora um pântano, a área foi mais tarde transformada em um lago artificial chamado Nor Loch, usado como uma barreira defensiva para o Castelo de Edimburgo e como local de despejo do esgoto da Edimburgo medieval. A partir de 1760, o Nor Loch foi drenado e transformado em dois jardins – Princes Street Gardens East e Princes Street Gardens West, separados por uma colina artificial conhecida como “The Mound”, que foi formado a partir da escavação da Cidade Nova.

Roteiro de 2 dias em Edimburgo

Esses jardins públicos são super populares tanto para moradores como para turistas. É um bom lugar para obter belas vistas do Castelo de Edimburgo (abaixo) e para saborear uma tarde ensolarada de Edimburgo (eles acontecem, eu juro, eu estava lá!).

Roteiro de 2 dias em Edimburgo

11. Scottish Nacional Gallery (Galeria Nacional da Escócia)

Se você gosta de arte, reserve umas horinhas para passar pela Scottish National Gallery, um dos muitos museus gratuitos em Edimburgo. Localizada no The Mound, perto de Princes Street Gardens e do Scott Monument, a National Art Gallery da Escócia abriga uma grande coleção de pinturas e obras de arte desde a Renascença até o início do século XX, com artistas escoceses e internacionais representados.

Roteiro de 2 dias em EdimburgoRoteiro de 2 dias em Edimburgo

→ Quando visitar Edimburgo

Como grande parte do Reino Unido, Edimburgo tem clima variável, então você precisa estar preparado para tudo, da chuva ao sol. Roupas em camadas são a chave para uma viagem sem perrengues com o tempo. Eu fiquei com muito medo do frio de Edimburgo e fui bem preparada, mas o sol estava a pino (era abril) e foi tranquilo. Mas não relaxe, esteja ciente de que, sendo bastante ao norte, Edimburgo tem um clima geralmente mais frio que as cidades do sul da Inglaterra.

Na minha opinião, não há realmente um momento ruim para visitar Edimburgo, pois há tanta coisa para ser vista e acontecendo na cidade, mas se você preferir um clima melhor e dias mais longos para explorar a luz do dia, é preferível, claro, visitar nos meses de verão.

→ Onde ficar em Edimburgo?

A chave para ver bastante de coisa e aproveitar bem a cidade em um itinerário de 2 dias em Edimburgo é ficar em um hotel/hostel com localização central e, de preferência, nos arredores ou na própria Royal Mile. Melhor localização não há. Eu fiquei no High Street Hostel e simplesmente amei! Super organizado, café da manhã baratinho e a localização perfeita! Veja mais fotos, preços e avaliações sobre ele aqui. Vale muito a pena!

Olha a entrada do hostel, não parece um castelo medieval? rs. Dá pra subir andando da estação central de Edimburgo até ele. Saia da estação, vire à direita e suba.

Onde ficar em Edimburgo

→ Como chegar e sair de Edimburgo

Existem várias opções para visitar Edimburgo. Primeiro, você pode chegar pelo Aeroporto de Edimburgo, que tem voos com destinos na Europa, EUA, Reino Unido e Oriente Médio. Se não houver voos diretos, os voos de conexão de Londres ou Dublin são frequentes. O aeroporto fica a uma curta viagem de ônibus, táxi ou bonde da cidade.

Estando já no Reino Unido (foi o meu caso), há trens rápidos de Londres a Edimburgo, que leva cerca de 4,5 horas. Você também pode pegar trens de cidades de todo o Reino Unido, que foi meu caso, especificamente. Cheguei à Edimburgo de Liverpool e foi uma viagem bem tranquila, que dura uma média de 3,5 horas. Compre sua passagem direto no site da National Rail.

Se você estiver no Reino Unido e preferir viajar de ônibus, há também ônibus diários para Edimburgo a partir de várias cidades que levam mais tempo, mas que pode economizar dinheiro em comparação às tarifas de trem (trem é sempre mais caro!). Você pode verificar no National Express os horários de ônibus e seus preços.

Finalmente, você também pode dirigir até Edimburgo, embora esteja ciente de que a maioria dos hotéis, especialmente aqueles no centro da cidade de toda a Europa, não oferecem estacionamento gratuito.

→ Chegando em Edimburgo, o que eu faço?

Se você ficar na Royal Mile (veja o High Street Hostel) ou próximo a ela (que é o melhor lugar para se ficar em Edimburgo!), chegando de trem e soltando na estação principal da cidade (Waverley), nem é preciso pegar táxi. Saia da estação, vire à esquerda e suba. Você dará na Royal Mile.

Gostou? Compartilhe!

Um comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − 3 =