Roteiro de 1 dia pela Toscana: Siena, San Gimignano e Pisa

Excursão de 1 dia à Toscana: Siena, San Gimignano e Pisa

Em minha humilde opinião, nenhuma viagem à Itália estaria minimamente completa (sendo que nunca estará) sem uma passagem pela região da Toscana. Pode-se dizer que nenhuma outra região teve mais impacto na cultura italiana e na europeia que a Toscana. Com suas aldeias de vinho, cidades ricas em arte, faixas de olivais e campos de trufas, a Toscana é o símbolo da verdadeira Itália. Obviamente, o papel mais relevante dessa região será sempre ter sido o berço do Renascimento, tendo a cidade de Florença como maior expoente. Mas outras cidades da Toscana têm muito também a oferecer.

Como havia falado no post sobre Florença, reservei três dias da viagem para a Toscana e como dois dias foram inteiramente dedicados para explorar Florença, restou apenas um para visitar outros lugares e foi muito difícil escolher qual cidade visitar ou deixar para uma próxima oportunidade. Como a vontade de conhecer o máximo de lugares falou mais alto, hehe, acabei optando por uma excursão de um dia (day trip), colocando três cidades no roteiro: Pisa, Siena e San Gimignano. Claro que foi uma viagem um pouco rápida e não curto viajar assim mas, diante do contexto, valeu muito a pena!

Eu fechei a day trip com o pessoal do Brasil na Italia e foi muito tranquilo. A excursão inclui transporte em ônibus (o ponto de encontro é no Bar Reale, dentro da estação Santa Maria Novella, é bem fácil), guia turístico (o guia foi em espanhol, mas a depender do número de brasileiros, há possibilidade de ser em português), almoço numa vinícola da Toscana, visita livre em Pisa e San Gimignano, tour guiado em Siena e ingresso para a Catedral de Siena. A excursão sai às 8h de Florença e volta de noitinha, e o valor é de 85 €, por pessoa.

→ 1 dia pela Toscana: Siena, San Gimignano e Pisa

→ Siena

A primeira parada da excursão é na linda Siena, única cidade italiana que rivalizava com a riqueza, o poder e a cultura de Florença e Roma. Rival feroz da vizinha Florença há mais de 400 anos, Siena transmite o aspecto de uma cidade medieval, porém estruturada e animada. Construída em cima de três colinas argilosas, é conectada por uma rede de estreitas ruas e vielas góticas, ladeadas por palácios históricos e mansões nobres que pertenceram às poderosas famílias locais.

A Piazza del Campo é a praça central da cidade e principal atração de Siena. Em forma de leque e pavimentada com tijolos coloridos “queimados de Siena”, a praça desce até a enorme fachada do Palazzo Pubblico, a prefeitura da cidade, com sua torre sineira elegante e desafiadora, a Torre del Mangia.

Roteiro de 1 dia na Toscana

A Torre del Mangia possui 102 m de altura e tem a mesma altura que a Catedral de Siena para significar a equivalência de poder entre a igreja e o estado. Para subir na torre são 400 degraus, que eu me poupei, idade. A Piazza del Campo é o palco da mundialmente famosa e tradicional corrida de cavalos chamada “Il Palio delle Contrade”, que ocorre duas vezes ao ano, 2 de julho e 16 de agosto.

A Catedral de Siena está localizada em uma praça acima da Piazza del Campo. Construído entre 1215 e 1263, contém obras artísticas de Donatello, Pisano e Michelangelo e é bem diferente da catedral de Florença (beeem mais bonita por dentro, pra falar a verdade), seu interior é ricamente projetado e decorado e ainda tem afrescos de Pinturicchio.

Esta impressionante obra de arquitetura gótica abriga também a Biblioteca Piccolomini e a Capela de São João Batista. Não perca o intricado piso de mosaicos, a Capela Chigi e o púlpito lindamente projetado! O Museo dell’Opera Metropolitana e o Batistério são partes do mesmo projeto arquitetônico.Valor para entrar na catedral: 4 €.

  

Patrimônio da Humanidade, Siena é uma cidade verdadeiramente encantadora! Conhecida também por sua arte, culinária, história, cultura medievais e museus, é uma verdadeira delícia andar sem rumo pelos seus becos cheios de oficinas de artesãos, misturado com ótimas padarias locais (entre na 4 Cantoni), gelaterias e lojas de marcas globais contemporâneas. Não tem outra coisa melhor que não se perder pelas ruelas medievais estreitas da cidade!

Gente, nessa praça tinha um cara vestindo uma camisa do Olodum! É claro que eu fiz esse registro! Hahaha

→ San Gimignano

Depois de Siena, seguimos para San Gimignano, apelidada de “Manhattan da Toscana”, por suas altas torres medievais que são preservadas em condições quase originais. Das 72 torres originais – construídas para propósitos defensivos, mas também sinais do poder de seus nobres proprietários, – 14 ainda estão para testemunhar o glorioso passado deste lugar.

Como a cidade é cercada por paredes espessas, os carros e ônibus ficam a uma distância razoável, sendo preciso andar do portão principal (Porta San Giovanni) até o centro da cidade Piazza della Cisterna (Praça da Cisterna). Esse é o principal ponto para se explorar no Centro Histórico de San Gimignano, onde estão próximos a Igreja Românica Colegiada, o Palazzo del Popolo e o Palazzo del Podestà (Governador local medieval).

  

Palácios históricos adicionais e galerias estão espalhadas ao longo das duas principais vias de pedras e paralelepípedos da cidade, a Via San Matteo e Via San Giovanni. Lojas de comida, vinho e muitas pessoas andando pelas ruas completam essa delícia de vila italiana!

San Gimignano abriga duas gelaterias muito famosas, a Gelateria Dondoli, que foi considerado o melhor gelato do mundo (2006/2007 e 2008/2009) e a Gelateria dell’Olmo. Não tem como deixar escapar essa experiência! São diversas opções de gelatos naturais, cada sabor mais surpreendente que o outro. Provei gelatos nas duas. Todas duas são excelentes, mas acho que preferi a Dondoli.

O almoço estava incluso no valor da excursão e paramos para almoçar numa fazenda/vinícola aos pés de San Gimignano, que ofereceu uma boa entrada, uma comidinha razoável, sobremesa e vinho. Nada que diga ‘ohhh’ para o almoço (que é o normal pra esse tipo de passeio) mas tava valendo.

→ Pisa

Última parada do dia, chegamos à Pisa para ver a sua torre inclinada, claro! Bem, mas não é só isso de destaque que existe em Pisa. A Piazza dei Miracoli é um belo campo que abriga a Catedral de Pisa, a Torre do Sino, o Batistério, o Camposanto (cemitério) e o Ospedale Nuovo di Santo Spirito, que abriga dois museus (Museo delle Sinopie e o Museo dell’Opera del Duomo). O Camposanto, em grande parte destruído durante a Segunda Guerra Mundial, é um testamento lindo e doloroso dos custos da guerra. A catedral e o batistério são também tão majestosos e inspiradores quanto se poderia esperar de um lugar chamado “Campo dos Milagres”.

    

Tenho certeza que todos eles valem muito a pena serem vistos com um pouco mais de calma mas, infelizmente, como não tínhamos muito tempo, foquei na bendita torre inclinada e no enorme gramado verde, ficando quase todo o meu tempo disponível deitada e apreciando essa obra fenomenal!

A Torre do Sino, que pra gente é pura e simplesmente a Torre de Pisa é ainda mais estonteante quando você vai se aproximando dela, não importando quantas vezes você a tenha visto em fotos ou até mesmo ali, diante dos seus olhos. Tudo o que você quer chegar mais perto e não desgrudar os olhos dela.

 

bilhete para a entrar na catedral é gratuito, mas você precisa retirá-lo na bilheteria (biglietteria), que fica do lado oposto à catedral. A torre exige seu próprio ingresso e ele não é barato (18 €) com uma entrada cronometrada. Os outros sítios, você pode escolher quantos você deseja ver e comprar um ingresso de acordo ao seu desejo, por ex, “Catedral + três monumentos” irá levá-lo ao Batistério, ao Camposanto e ao Museu Sinopie. Se você quiser muito subir na torre e conhecer as outras atrações, compre antecipadamente seu ingresso aqui. Não arrisque pegar filas na hora.

A viagem de um dia para três lugares claro que foi um pouco corrido e eu não mentiria dizer que não foi. Mas valeu cada euro e cada minuto gasto nesses três lugares. Algumas vezes precisamos nos permitir fazer coisas diferentes e ver as coisas de uma outra ótica. Tendo apenas um dia para conhecer outras cidades da Toscana, definitivamente, essa foi a opção mais fácil, barata e simples, não tendo que se preocupar com roteiros, logística e meios de transportes diversos. Uma ótima opção também para quem quer simplesmente relaxar.

Planeje sua viagem para Toscana

Hospedagem em Siena

  • Booking.com tem 512 hotéis, hosteis, casas e pousadas em Siena e em todo o mundo. Você obtém cancelamento gratuito na maioria dos quartos e garantia de menor preço.

Hospedagem em San Gimignano

  • Booking.com tem 361 hotéis, hosteis, casas e pousadas em San Gimignano e em todo o mundo. Você obtém cancelamento gratuito na maioria dos quartos e garantia de menor preço.

Hospedagem em Pisa

  • Booking.com tem 540 hotéis, hosteis, casas e pousadas em Pisa e em todo o mundo. Você obtém cancelamento gratuito na maioria dos quartos e garantia de menor preço.

Aluguel de carros na Toscana e na Itália

  • RentCars é o um dos maiores serviços de reservas de aluguel de carros do mundo, que compara todas as principais marcas. A cobrança é feita em reais em qualquer local do mundo e você pode dividir em 12x no cartão ou ter 5% de desconto no boleto.

Seguro de viagem na Europa

  • Seguros Promo é um site que faz cotação para encontrar o seguro viagem com melhor preço. Leitores do blog tem 5% de desconto, além de poder parcelar no cartão em até 12x ou 5% a mais no boleto.
Gostou? Compartilhe!

Um comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − dez =

Um comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + 5 =