O que fazer em Cusco

Machu Picchu: Vale a pena subir a montanha Huayna Picchu?

Sem pestanejar, eu diria que sim! Se você não tem problema com altura, não tem problema de coração ou articulação e é jovem (ou se acha), vá! Para mim foi uma experiência muito boa, que me marcou demais subir a Huayna Picchu e me fez ver Machu Picchu com outros olhos, se é que ainda seria possível isso.

A montanha Huayna Picchu

Huayna Picchu é a montanha gigante que fica por trás de Machu Picchu. Quase todas as fotos da cidadela tem ela como pano de fundo e o que seria de ruínas de Machu Picchu se não fosse ela compondo esse cenário tão espetacular! São 2.693 metros (número gravado na placa que fica lá no topo!) e a verdade que ela é muito alta e por isso mesmo, o desafio ao encarar a sua subida é grande.

Huayna Picchu: vale a pena subir?

Não serei leviana em dizer que a subida é tranquila. Não, ela não é. Digamos que, até um certo ponto, sim. Ao chegar quase ao topo, há escaladas MUITO íngremes e perigosas e, além de nervosa (o), você fica ainda mais impressionada (o) como os incas conseguiram construir aquilo tudo ali, naquela altura.

Sim, existem inacreditáveis construções no topo dessa montanha. Claro que as ruínas que existem no topo de Huayna Picchu não chegam aos pés de Machu Picchu, mas tipo, Machu Picchu também vira uma fichinha perto da altura e da dificuldade das construções que existem no topo de Huayna Picchu. Gente, é impressionante!

Essa escalda mais íngreme fica já quase no topo da montanha e muita gente não sobe até lá. Mas quem não subir, não perde muita coisa. A altura já é absurda e já dá pra ver a grandiosidade de todo o vale e de Machu Picchu. Ou melhor, da pequenez que vira Machu Picchu ao observarmos do topo da Huayna Picchu.

Huayna Picchu

Olha o tamanhinho de Machu Picchu do alto da Huayna Picchu

Huayna Picchu

Essa foto aqui Machu Picchu está ampliada

Além da superação pessoal dessa escalada, uma das coisas que mais gostei ao ter subido a Huayna Picchu foi ver toda a dimensão da estrada em formato de caracol que leva a Machu Picchu.

Nessa hora eu senti ainda mais medo da subida (ufa, já tinha passado, rs) e da descida do ônibus. Não é brincadeira. Mas fiquei sabendo que apenas veículos autorizados podem fazer esse trajeto, ou seja, são pessoas experientes. De qualquer forma, vi que esse era apenas (outro) desafio. E eles correm e fazem a curva voando, viu???

Machu Picchu, Aguas Calientes

‼Após explorar bem Machu Picchu, basta seguir as placas que você dará no Parque que segue para a Huayna Picchu. A escalada dura cerca de duas horas e meia (subida e descida).

Em suma, eu acho que vale muito. Eu amei! Eu fiquei muito quebrada à noite, tipo quase me arrastando (lembram que eu falei que eu não dormi?) Mas, se eu não fosse, ficaria muito arrependida! Peru, love you!?

Confira nossos posts sobre Machu Picchu:

Machu Picchu: Um pouco da história do principal destino turístico do Peru

Machu Picchu: Informações práticas

Gostou? Compartilhe!

Um comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − 5 =

Um comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + 6 =