Palácio de Buckingham. O que fazer em Londres

O Palácio de Buckingham e a Troca da Guarda Real

O Palácio de Buckingham é um dos edifícios mais conhecidos do mundo. Da mesma forma que as Casas do Parlamento e os ônibus vermelho de dois andares, o palácio tomou-se um símbolo internacional de Londres e, por extensão, de todo o Reino Unido.

Palácio de Buckingham. O que fazer em Londres

Mas o Palácio de Buckingham não é um museu como outros edifícios históricos famosos da capital londrina. É a sede funcional da monarquia, onde Sua Majestade a Rainha exerce seus deveres oficiais e cerimoniais como Chefe de Estado do Reino Unido e Chefe da Comunidade das Nações. A Rainha passa a semana de trabalho no Palácio de Buckingham e, em geral, os finais de semana no Castelo de Windsor.

No Natal e durante o mês de janeiro, a soberana reside em Sandringham, sua propriedade privada em Norfolk, passando os meses de agosto e setembro em Balmoral, nas Terras Altas da Escócia. Por ser um dos poucos palácios reais do mundo em funcionamento, o Palácio de Buckingham desperta tanto interesse.

Palácio de Buckingham. O que fazer em Londres

Buckingham tornou-se residência londrina da Família Real desde a ascensão da Rainha Vitória em 1837, substituindo o Palácio de St. James. Originalmente construído para o Duque de Buckingham, foi comprado por George III em 1762 e posteriormente ampliado pelo arquiteto de George IV em 1825. A ala leste foi adicionada em 1846, e em 1913, quando George V era rei, a frente leste foi dada o seu aspecto neoclássico presente.

Palácio de Buckingham. O que fazer em Londres

Os portões internos do Palácio de Buckingham

Até hoje, quando o soberano, atualmente a Rainha Elizabeth II, está na residência, o padrão real quadrado amarelo, vermelho e azul é hasteado no mastro central, caso contrário, a bandeira do Reino Unido é hasteada. Ver a rainha da Inglaterra aqui é raro, apenas em ocasiões especiais, a soberano aparece com membros da família real na varanda central.

Ops, a Queen Elizabeth não estava presente

Ops, Queen Elizabeth não estava presente

Visitando o Palácio de Buckingham

Palácio de Buckingham. O que fazer em Londres

A lateral interna do Palácio de Buckingham

Eu estive em Londres entre abril e maio e infelizmente não pude conhecer por dentro o palácio. Mas é possível visitar cerca de 19 compartimentos luxuosamente decorados do Palácio de Buckingham, entre  21 de julho a 30 de setembro quando Sua Alteza Real (HRH) tira férias.

Obras de arte de nomes como Rembrandt, Van Dyck, Canaletto, Poussin e Vermeer, os State Rooms estão abertos para visitas guiadas que incluem a Sala do Trono, com suas cadeiras cor-de-rosa monogramadas ‘ER’ e ‘P’. O acesso é feito por bilhetes cronometrados com entrada a cada 15 minutos (guia de áudio incluso) e as visitas demoram cerca de duas horas.

A admissão inclui a entrada em uma exposição especial temática no enorme salão de baile, que muda a cada verão. Também permite o acesso aos jardins do palácio à medida que você sai. Comprando o bilhete diretamente na bilheteria do palácio, você pode ter acesso gratuito por um ano inteiro. Peça para carimbar quando sair e pergunte sobre isso na bilheteria. Para comprar o bilhete antecipado, clique aqui.

Alguns fatos e dados curiosos sobre o Palácio de Buckingham

– O palácio mede 108m de largura na parte dianteira, 120m de profundidade (incluindo o Patio Interior) e 24m de altura.

– Há 775 salas, incluindo 19 salas de aparato, 52 dormitórios reais e de hóspedes, 188 dormitórios de funcionários, 92 escritórios e 78 banheiros.

– Há 760 janelas, limpas a cada seis meses e 1.514 portas.

– O palácio te mais de 20 mil obras de arte.

– Todo ano, em julho, mais de 30 mil convidados de todas as condições sociais partes e vindos de todas as partes do país e da Comunidade das Nações participam das festas de jardim da Rainha.

– Outros 7 mil participam ou recebem condecorações nas 21 sessões de investidura ou diversas recepções realizadas anualmente.

– O maior evento, a Recepção de Diplomatas da Rainha, ocorre no início de novembro, com a participação de cerca de mil membros do corpo diplomático.

– A recepção real de maior destaque é o banquete de gala, com cerca de 170 convidados, oferecida  pela Rainha na primeira noite de uma visita oficial de chefes de Estado estrangeiros. Os banquetes de gala acontecem no Salão de Baile, a maior das salas de aparato, com uso da magnífica baixela de ouro da Coleção Real fabricada na maior parte para o rei Jorge IV (r. 1820-30).

– Toda semana em que o parlamento se reúne, a Rainha recebe o Primeiro-ministro em audiência privada no palácio.

– Cerca de 400 mil pessoas visitam o palácio durante sua abertura no verão.

Troca da Guarda

A cerimônia da troca da Guarda da Rainha no Palácio de Buckingham é uma tradição de Londres desde 1660. Durante a cerimônia de mudança da guarda, também conhecida como “Guarda de Montagem”, um regimento assume o lugar de outro. A Guarda da Rainha é composta pelo Palácio de St. James e pelos destacamentos do Palácio de Buckingham. A Nova Guarda, que durante o curso da cerimônia se torna a Guarda da Rainha, marcha para o Palácio de Buckingham a partir do Wellington Barracks (Hyde Park) com acompanhamento musical.

❓Quando posso assistir a Troca da Guarda?

A cerimônia ocorre, se o tempo permitir, às 11h00 às segundas, quartas, sextas e domingos e diariamente no verão. Para horários detalhados, consulte o site do exército britânico. Apenas nesse site tem os horários atualizados. Ideal é chegar cedo porque é consenso que é bem lotado.

Acredita que não consegui presenciar nenhum dia essa troca de guarda? Como estudava pela manhã, não conseguia conciliar e, aos domingos, nenhum deu certo. Taí uma coisa que ficou pra próxima ida a Londres.

Palácio de Buckingham. O que fazer em Londres

Isso foi o máximo que consegui ver da guarda da Rainha. 🙁

Metrô: Victoria. Dá pra chegar também por outras estações como a Green Park / St James’s Park / Hyde Park Corner e até a Westminster. End: Buckingham Palace Road, SW1.

Gostou? Compartilhe!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *