O que fazer em Oxford

O que fazer em Oxford | Bate e volta de Londres

O que fazer em Oxford? Oxford foi aquela cidade que eu quaaase não iria visitar na Inglaterra. Ela não estava, a princípio, no meu roteiro de viagem porque, influenciada por uma matéria sobre as vilas mais charmosas do mundo, coloquei na minha cabeça que iria visitar Bibury, na Costwolds.

Só que chegar em Bibury era um pouco complicado (não havia trem nem ônibus direto) e acabou que o tempo iria ficar curto e eu decidi ficar no meio do caminho, que foi em Oxford. E que também bela escolha eu fiz!

Oxford

A uma hora de trem a oeste de Londres, Oxford tem muito do encanto das Cotswolds próximas, mas muito mais energia que seus vizinhos mais tranquilos, graças à sua famosa universidade. Casa da Universidade de Oxford, a universidade mais antiga da Inglaterra (e de todos os países de língua inglesa), as belas e antigas faculdades de Oxford certamente não são a única coisa que vale a pena visitar aqui, porém é quase o bastante.

O que fazer em Oxford

Repleta de museus de classe mundial, livrarias famosas, pubs, charmosas ruas de paralelepípedos e muitas conexões literárias/cinematográficas (não estou falando apenas de Harry Potter), Oxford tem muito a oferecer aos seus visitantes. Embora muitas pessoas visitem esta cidade através de passeios de um dia, Oxford também seria perfeita para um fim de semana de Londres.

O que fazer em Oxford

Bem, se você tem pouco ou um pouco mais de tempo para gastar nesta excitante cidade, esperamos que essas dicas te ajudem a decidir sobre o que fazer em Oxford!

O que fazer em Oxford

1. Explore os Colleges

Assim como a sua prima-irmã, Cambridge, a Universidade de Oxford é composta por 38 faculdades diferentes e muitas delas podem ser visitadas gratuitamente ou por uma pequena taxa. Obviamente, visitar todas as 38 faculdades em um único dia ou fim de semana seria impossível. Portanto, sua melhor opção será escolher algumas que mais lhe interessem e tentar explorá-las durante o horário de funcionamento.

Algumas faculdades, claro, são mais populares ou mais interessantes, atrativas e históricas que outras, e, com exceção da Christ Church, que pode ser considerada a mais famosa, todas as outras faculdades estão muito próximas seja em termos de beleza, arquitetura ou história.

Como alternativa, caso você não tenha as faculdades certas que você gostaria de ver, vale a máxima que falamos no post de Cambridge: considere participar de um free walking tour ou explore você mesmo a cidade a pé. As mais belas faculdades estarão todas à sua frente e a uma curta distância umas das outras, mas saiba que leva algum tempo para visitar as maiores.

“Onde fica a famosa Universidade de Oxford ?”

É uma pergunta que muita gente faz e a resposta é: em todo lugar! A Universidade é formada por 38 faculdades independentes, incluindo a magnífica Christ Church e a Wadham College, e seus edifícios podem ser encontrados por toda a cidade.

As pessoas costumam visitar Cambridge e Oxford para ver as faculdades dentro delas, mesmo que não tenham intenção de estudar lá. E não é difícil perceber porquê. Séculos de história, arquitetura deslumbrante e uma longa lista de ex-alunos famosos e altamente reverenciados.

Quem não gostaria de ver onde Albert Einstein, Oscar Wilde, Adam Smith, C. S. Lewis (autor de As Crônicas de Nárnia), J. R. R. Tolkien (autor de O Senhor dos Anéis), Edmund Halley, que deu o nome ao famoso cometa, Lewis Carroll (Alice no País das Maravilhas), Bill Clinton ou Tony Blair, fizeram história durante sua vida pelos campos universitários dessa incrível cidade?

2. Christ Church – Igreja de Cristo

Uma das faculdades mais populares para visitar em Oxford, a Christ Church também é uma das maiores, com 71 hectares de parque público, jardins privados e prédios acadêmicos. O colégio é o lar de Christ Church Cathedral, que não é apenas a capela da faculdade, mas também a catedral da diocese de Oxford.

Christ Church formou 13 primeiros-ministros britânicos, Albert Einstein(!),  Lewis Carroll (autor de Alice no País das Maravilhas), entre outros, mas talvez o que atraia mais visitantes à faculdade que qualquer outra coisa seja a oportunidade de ver vários locais de filmagem de Harry Potter ao vivo e a cores.

O que fazer em Oxford

Tanto a grande escadaria na Torre Bodley quanto os claustros foram usados ​​durante as filmagens da série Harry Potter, bem como o seu incrível refeitório que foi imortalizado como ninguém menos que o Hogwarts Great Hall na amada série.

O que fazer em OxfordO que fazer em OxfordO que fazer em Oxford

Uma informação um tanto relevante para os fãs de Harry Potter: Um jantar formal é realizado todas as noites neste refeitório da Christ Church, onde todos os alunos são obrigados a usar suas vestes. Tenho certeza que é o mais próximo de uma experiência de Hogwarts na vida real! Sinceramente, eu até imagino mas nem consigo chegar perto do que é estudar, morar e socializar num ambiente como esse!

A visão de ‘Tom Tower’, como é conhecida sua impressionante entrada, será familiar para qualquer um que tenha visto The Golden Compass (A Bússola de Ouro/A Bússula Dourada) e Brideshead Revisited (Desejo e Poder) no cinema.

O que fazer em OxfordO que fazer em Oxford

A entrada na Christ Church custa entre 8 e 10 libras, dependendo de qual época do ano você visitar. Incluído no preço do bilhete está o acesso aos quadriciclos, aos claustros, à grande escadaria, ao refeitório e à catedral, que definitivamente, vale muito a sua visita.

O que fazer em Oxford O que fazer em Oxford O que fazer em Oxford

3. The Radcliffe Camera

Parte da Biblioteca Bodleian, a Câmera Radcliffe está localizada na Praça Radcliffe, em frente à Bodleian. Esta biblioteca circular com impressionante fachada e cúpula neoclássica é uma das vistas mais emblemáticas de Oxford, e você pode ter uma visão única dela ao subir a torre da Igreja da Universidade que fica em frente a ela.

O que fazer em Oxford

No interior, a Radcliffe consiste em dois níveis de salas de leitura, uma galeria superior e uma biblioteca subterrânea que abriga mais de meio milhão de livros e manuscritos.

A menos que você seja um estudante de Oxford, a única maneira de entrar na Câmera Radcliffe é através de uma das duas excursões estendidas oferecidas pela Biblioteca Bodleian. A taxa para qualquer passeio é de £14 e ambos os passeios duram cerca de 90 minutos.

Verifique o horário de funcionamento da Radcliffe Camera e compre bilhetes on-line aqui.

O que fazer em Oxford

4. The Bodleian Library – Biblioteca Bodleiana

Enquanto a Câmara Radcliffe está quase fora dos limites para os turistas, os edifícios da biblioteca Bodleian nas proximidades podem ser vistos em uma de suas visitas guiadas. O Bodleian – conhecido coloquialmente como “The Bod” – é o centro nervoso desta vasta biblioteca, que é uma biblioteca de “depósito”, o que significa que nela tem uma cópia de cada livro já publicado no Reino Unido e na Irlanda.

O que fazer em Oxford O que fazer em Oxford

O que você vê acima do solo constitui apenas uma pequena fração de suas propriedades gerais, que estão alojadas em vastas redes subterrâneas que poucos terão a sorte de ver. Ao passar pela entrada principal, você verá algumas enormes portas de madeira, adornadas pelas cristas de todas as faculdades de Oxford.

O que fazer em Oxford O que fazer em Oxford

Verifique o horário de funcionamento da Biblioteca Bodleian e compre bilhetes online aqu .

5. The Bridge of Sighrs – Ponte dos Suspiros

Como a Radcliffe Camera, a Ponte dos Suspiros no Hertford College é um ícone de Oxford. Concluída em 1914 e, oficialmente chamada de Ponte Hertford, a Ponte dos Suspiros recebe o seu apelido devido à sua semelhança com a Ponte dos Suspiros em Veneza (lembram que Cambridge tem uma também?).

O que fazer em OxfordO que fazer em Oxford

Para ver a ponte, você não precisa entrar no Hertford College. A ponte está localizada na Catte Street, conectando dois dos edifícios da Hertford College em New College Lane. A melhor vista da ponte é a que tem em frente o Sheldonian Theatre (foto acima).

O que fazer em Oxford

Infelizmente, como o Hertford College é uma faculdade pequena, não é possível atravessar a ponte, mas as melhores vistas são mesmo da rua!

6. Igreja da Universidade – St Mary the Virgin

O que fazer em Oxford

Localizado na High Street, em frente à Radcliffe Câmera, a Igreja da Universidade de St Mary the Virgin fica bem no coração de Oxford. O interior da igreja não é realmente nada muito grandioso mas a sua torre do século 13, acredito que vale a pena subir.

O que fazer em Oxford O que fazer em Oxford O que fazer em Oxford O que fazer em Oxford

Como eu já falei em outros posts, ando me poupando em subir em torres de igrejas, já ando que nem uma condenada, mentira, a idade. Mas se você está de boa, por um precinho, salvo engano, £4, você pode subir 127 degraus até o topo e ver boas vistas de Oxford. Além da Câmera Radcliffe (em frente), dá pra ter uma visão de quase todas as faculdades da Universidade de Oxford, bem como a paisagem de 360 graus da cidade. 

Horário de funcionamento: Sábado (9:30 – 17:00), Domingo (11:30 – 17:00)

7. As demais faculdades 

As faculdades atmosféricas de pedra dourada, agrupadas em torno de ruas medievais, são irresistíveis, e o bom é que você consiga espreitar o máximo que puder delas. O charme das faculdades em Oxford é que cada uma tem seu próprio caráter especial, que fica mais especial quando você está dentro delas!

O que fazer em OxfordO que fazer em OxfordO que fazer em Oxford

Por isso, assim como Cambridge, não vão faltar gigantes portões de madeira abertos, porteiros simpáticos, um quadrilátero verde no meio e arquiteturas de cair o queixo, que vão te convidar a conferir o máximo de colleges que você puder! Só toma cuidado pra você não ficar frustado e querer rasgar seu diploma para estudar aqui.

O que fazer em Oxford O que fazer em Oxford O que fazer em Oxford

8. Ainda o que fazer em Oxford?

Punting – Oxford também é banhado Tâmisa e é possível fazer punting. Mas já aviso: não se compara ao visual bucólico do passeio de Cambridge. Por isso, se você dor visitar as duas cidades, escolha fazer o passeio em Cambridge.

Como ir de Londres a Oxford?

Os trens saem da estação de Paddington e os ônibus saem da estação Victoria Coach Station em Londres. É tranquilo comprar o ingresso na hora e toda hora sai trem ou ônibus rumo a Oxford.

Em Londres, você tem que pegar o ônibus na Victoria Coach Station. Essa estação não é mesma em que chegam os metrôs (Underground) e os trens (Overground). Sim, você chega na estação Victoria de metrô, mas é preciso sair da estação, pegar o lado esquerdo, na rua Buckingham Palace Road e caminhar um pouquinho. É dessa estação que sem os ônibus para diversas cidades da Inglaterra.

Porém, antes de chegar à própria Victoria Coach Station, na calçada da estação Victoria, há diversos ônibus chamados Oxford Tube, que saem de 15 em 15 minutos e custam £17,50 (ida e volta). O ônibus tem ar-condicionado, são confortáveis e você compra facilmente com o motorista na hora do embarque. É muitooo bom ir nesse esquema. E o bacana também é que, no Oxford Tube, você não fica preso a um horário de volta, você volta a hora que quiser.

Chegando em Oxford

O Oxford Tube chega na estação de Gloucester Green (Oxford City Centre, Bus Station), ela fica bem pertinho do centro e dali mesmo você já pode ir explorando a pé a cidade.

Um ótimo passeio?

Gostou? Compartilhe!

2 comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × dois =

2 comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + 4 =