O que fazer em Lima

Peru: O que fazer em Lima

Peru: O que fazer em Lima

Minha viagem ao Peru começou com um pit stop de uma noite em Lima, antes de seguir para o coração do país, Cusco e Machu Picchu. E foi a melhor coisa sobre o que fazer em Lima. Após viver e sentir toda a energia e essência extraordinariamente encantadora do Peru, os dias em Lima tornaram-se leves e descontraídos.

O Peru é um dos poucos países que já fui e que a sua capital não é o ou uns dos principais destinos turísticos. Não que ela não seja importante, bonita ou bacana para se visitar. Ela só NÃO carrega a alma e a essência do Peru. Pelo menos, essa foi a minha impressão. Cusco e Machu Picchu arrebataram meu coração e conto mais desses meus dois amores aqui e aqui.

Sem mais delongas, vamos falar um pouco da história de Lima, a capital peruana.

História de Lima

Com 9,7 milhões de habitantes, Lima é a segunda maior cidade do deserto do mundo, perdendo apenas para Cairo no Egito. É uma capital de contrastes, que está cercada por favelas onde a pobreza é desenfreada, mas muitos dos seus subúrbios são ricos e prósperos e o seu distrito comercial possui arranha-céus e shoppings ultramodernos.

Lima foi fundada pelo conquistador espanhol Francisco Pizarro em 1535 devido à sua acessibilidade ao mar. A cidade forma um oásis moderno, localizada em uma faixa de deserto que vai do norte ao sul do Peru, nas margens do rio Rimac, com vista para a costa do Oceano Pacífico e a um curta distância ao oeste da Cordilheira dos Andes. É a cidade mais rica do Peru e onde estão localizados a sede do governo, o centro financeiro, cultural e educacional do país.

O que fazer em Lima

1. Centro Histórico de Lima

O Centro Histórico de Lima ou de qualquer cidade deve ser, preferencialmente, a sua primeira parada. Ele é conhecido como “Ciudad de los Reyes” ou Cidade dos Reis e foi declarado Patrimônio da UNESCO em 1988. A Plaza Mayor é o coração do Centro Histórico e é formada pela Catedral de Lima, o Palácio do Governo, o Palácio do Arcebispo, o Palácio Municipal e o Clube da União. Nos arredores da Plaza San Martín as construções são impecáveis e relembram as primeiras décadas do século passado, quando a arquitetura peruana buscava inspiração na francesa.

O que fazer em Lima - Peru

A independência do Peru foi proclamada nesta praça por Jose de San Martin em 1828. No meio dela, há uma fonte de bronze construída em 1651 por Viceroy Garcia Sarmiento de Sotomayor. O maior atrativo que achei dessa praça foram as varandas de madeira fechadas, típicas da cidade ainda colonial, que até hoje se mantiveram muito bem preservadas e restauradas. Em frente, na foto, estão o Palácio de La Unión, de 1942 e o Palácio Municipal, de 1944.

2. Catedral de Lima

A Catedral de Lima é o principal e maior templo católico do Peru. Está localizado no lado leste da Plaza Mayor e ao lado do Palácio do Arcebispo. Sua construção começou com a fundação de Lima em 1535 e foi construída sobre o Templo de Puma Inti. Sua construção sofreu várias etapas. Em 1543, o Papa Paulo II designou a igreja uma catedral, após o que foram feitas estruturas adicionais. Em 1564, o arcebispo Jeronimo de Loayza ordenou a sua reconstrução baseada na Catedral de Sevilha, a sua construção foi concluída em 1605. Desde a sua construção, quatro terremotos destruíram ou danificaram a catedral. As suas duas torres e fachada são em estilo barroco. Visitas de 2ª a 6ª das 9h às 17h; sábado das 10h às 13h; ingresso: 10 soles.

Catedral de Lima - O que fazer em Lima - PeruCatedral de Lima - O que fazer em Lima - Peru

3. Palácio do Arcebispo

Com design completamente oposto, de estilo gótico, ao lado da Catedral Basílica está o Palácio Arquiepiscopal ou Palácio do Arcebispo. O palácio foi construído em 1924 como sede da Arquidiocese Católica de Lima e é a primeira construção no estilo neocolonial que se desenvolveu no início do século XX. Dentro do Museu do Palácio do Arcebispo é possível ver coleções de pinturas, esculturas e móveis dos séculos XVI a XIX. O museu abre de segunda a sexta, de 9h às 17h, e aos sábados de 9h às 13h. A tarifa de visitação custa 20 nuevos soles.

O que fazer em Lima - Peru

4. Palácio do Governo

O Palácio do Governo de Lima está localizado no lado norte da Plaza Mayor e é a residência oficial do Presidente do Peru. Também é conhecida como Casa de Pizarro, como Francisco Pizarro, fundador de Lima, construiu sua residência e o novo governo de Nueva Castilla nesse local. Durante os séculos seguintes, o edifício foi destruído várias vezes durante os terremotos em 1678, 1687 e 1746 e, em 1921, um incêndio destruiu a maior parte de sua estrutura. O edifício serviu como residência dos vice-reis espanhóis até a vitória de José de San Martin em 1821, quando o Peru ganhou sua independência da Espanha. Os vice-reis foram expulsos e desde então tem sido a residência dos presidentes do Peru.

Palácio do Governo - O que fazer em Lima - Peru

As visitas ao Palácio do Governo são restritas, mas é possível conferir a troca da guarda todos que ocorre todos dias ao meio dia.

 

Palácio do Governo - O que fazer em Lima - Peru

5. Basílica e Convento de São Francisco

A Basílica e Convento de São Francisco é um exemplo de arquitetura neoclássica espanhola. Sua construção foi concluída em 1674 e sofreu danos nos terremotos de 1687, 1745 e de 1970. Sua biblioteca contém 25 mil textos antigos, incluindo o primeiro dicionário espanhol publicado pela Royal Spanish Academy. O complexo conta com uma igreja, monastério e um museu que oferece visitas guiadas sobre a arquitetura e os símbolos religiosos do país.

Basílica de São Francisco - O que fazer em Lima - PeruBasílica de São Francisco - O que fazer em Lima - Peru

Tombado pela Unesco, o conjunto arquitetônico colonial contempla também a Iglesia de La Soledad e a Capilla Del Milagro. A entrada na igreja é gratuita e a visita pode ser feita das 7h às 11h e das 16h às 20h. Já o museu funciona de 9h às 20h15.

Basílica de São Francisco - O que fazer em Lima - Peru

Mas o que mais atrai a atenção em todo o complexo é a rede de passagens e catacumbas que se conecta a outras igrejas no Centro Histórico de Lima. As catacumbas reúnem mais de 25 mil ossadas datadas dos séculos 17 e 18 e serviu como um funeral até a cidade crescer e um cemitério foi construído fora de Lima em 1808.

Sobre as catacumbas, vale muito a pena conferí-las. É impressionante a quantidade de ossos existentes e como eles estão dispostos, em estruturas pequenas e grandes. Lá dentro o ambiente é bastante insalubre e é proibido tirar fotos. Esta foto abaixo tirei do piso da igreja e não é exatamente o local onde entramos para conferir as catacumbas.

Basílica de São Francisco - O que fazer em Lima - Peru

Resquícios do primeiro cemitério municipal de Lima

6. Shopping Larcomar

Poucos shoppings valem a pena serem indicados em uma viagem e o Shopping Larcomar é uma dessas raras exceções pois não se trata de um shopping qualquer. Trata-se de um amplo shopping de arquitetura arrojada, de frente para o mar, que reúne marcas internacionais, artesanato de alta qualidade, roupas de alpaca, teatro, cinema e, claro, muitas boas opções gastronômicas. Tem um restaurante nele que se assemelha à proposta do Outback, que é muito bom!

Shopping Larcomar - Lima

Situado no bairro de Miraflores, na verdade o maior atrativo do Shopping Larcomar é oferecer uma das vistas panorâmicas mais bonitas da cidade, em especial para o Oceano Pacífico. É realmente de ficar babando!

Shopping Larcomar - LimaShopping Larcomar - Lima

7. Mercado de Surquilo

Poucas coisas revelam tanto sobre um lugar quanto os seus mercados. Eu sempre que posso coloco na minha lista. O Mercado de Surquilo tem diversas frutas, comidas e especiarias peruanas, que vale a visita.  End: Av. Paseo de la Republica, Lima.

Mercado de Surquilo - O que fazer em Lima

O que fazer em Lima ainda

Huaca Pucllana – Construções milenares pré-Incas expressas em uma série de centros cerimoniais de adoração chamados “Huacas” e está localizada no coração de Miraflores. Diferente dos demais templos incas, ele é feito de tijolo e não de pedras. O ingresso custa 12 soles e dá direito a uma visita guiada de uma hora.

Parque do Amor – Mais uma praça que um parque e que dizem que foi inspirado no Parque Guel, de Barcelona. O mini parque é cercado de flores e mosaicos coloridos.

Onde ficar em Lima

Eleja Miraflores como base. O bairro é vibrante e moderno e tem bastante e boas opções de hotéis, lojas e gastronomia (café, bares e restaurantes).

→ Dica de hotel em Miraflores

Faraona Grand Hotel. Ele fica na Rua Manuel Bonilla, 185 MirafloresLima. O hotel é super bem centralizado e dá pra fazer tudo a pé por Miraflores. Infelizmente não ttirei fotos dele, mas você pode ver fotos, informações e avaliações dos hóspedes aqui

Você gosta de gatos? Então não pode perder o Parque Kennedy, mais conhecido como a Praça dos Gatos em Miraflores. Você não vai acreditar na enorme quantidade de gatos preguiçosos por esta praça.

Praça dos Gatos - Lima

Como se locomover em Lima

Lima ainda não conta com metrô, portanto deslocamentos mais longos devem ser feitos de ônibus, táxi ou com os populares tuc-tucs. Para agilizar o deslocamento, só andei de táxi.

Gostou? Compartilhe!

Um comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 2 =

Um comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − três =