Capoeira - Folclore da Bahia

Você sabe o que faz parte do folclore baiano?

Folclore é o conjunto de todas as tradições, lendas e crenças de um país ou lugar e pode ser percebido na alimentação, linguagem, artesanato, religiosidade e vestimenta. Ele é o modo que um povo tem para compreender o mundo em que vive. Conhecendo o folclore de um lugar, podemos compreender o seu povo. E assim conhecemos, ao mesmo tempo, parte de sua história. 

A Bahia é, sem dúvida, um dos estados que mais valoriza as manifestações públicas do folclore. São festas religiosas ou não, procissões, jogos, danças e representações que exteriorizam as crenças e os costumes do nosso povo alegre e também místico. Muitas das manifestações são religiosas ou tiveram origem em práticas de fé católica ou africana. Mas, existem também aquelas que apresentam os costumes dos escravos, a resistência contra a escravidão, a cultura indígena e muito mais.

As manifestações folclóricas funcionam como berço da arte e cultura baiana, pois permitem a criação e recriação das suas formas de representação. Em contrapartida, a cultura produzida a cada dia alimenta, enriquece e renova as antigas tradições, tornando-as cada vez mais atrativas.

Não se pode pensar somente em Salvador quando se fala em manifestações folclóricas baianas pois em todo o estado pode-se encontrar, ao longo do ano, particulares formas de manifestação da alma do povo baiano. Se Salvador tem o Carnaval e a Festa do Bomfim, Cachoeira tem as Damas da Boa Morte, Santo Amaro tem o Maculelê, Armação tem a Puxada de Rede, Uauá tem o Reisado, São Félix tem o Samba-de-Roda… Sem dúvida, a Bahia é o grande berço brasileiro da cultura popular e o seguro recanto das tradicionais manifestações folclóricas que caracterizam e contam a história deste país.

No interior do estado, o baiano é representado pelo vaqueiro do sertão enquanto no litoral, principalmente em Salvador, pelas baianas com seu traje típico. Dos ritos os que mais se sobressaem são o Candomblé, a Festa de Iemanjá e a Lavagem do Bonfim.

A capoeira é a mais conhecida e praticada forma de folclore na Bahia. Nessa manifestação de grupos, participam lutadores que, entre golpes de ataque e defesa, demonstram que além da arte, a cultura prevalece. Tudo leva a crer que a capoeira, um misto de dança e luta, tenha sido criada e desenvolvida no Brasil pelos escravos e seus descendentes, como meio de defesa, com base em tradições africanas, pois as referências populares e de estudiosos sempre mencionam as capoeiras de Angola e Regional. Em seu desenvolvimento, a capoeira tomou uma forma de revide, em resposta às ameaças e agressões físicas sofridas pelos escravos. Como arma de combate, ela utiliza os braços, as pernas, as mãos, os pés, a cabeça, os cotovelos, os joelhos e os ombros.

Foto: TV Brasil – EBC

Gostou? Compartilhe!

Comente direto no Facebook

comentários