Zona Portuaria de Salvador

15 pontos positivos de se trabalhar na Zona Portuária de Salvador

Zona Portuária de Salvador: 15 pontos positivos de se trabalhar no Comércio e arredores.

1. Volta e meia dar de cara com um navio atracado no porto.

2. Assistir ao pôr do sol cinematográfico na baía.

3. Estar a um elevador ou a um plano inclinado do Pelourinho.

4. Se bater diariamente com turistas de diversos lugares e lembrar daquela máxima “Eu moro onde você passa férias”.

5. Trabalhar sentado em cima de história, de água e de sangue (esse último detalhe é o pior).

6. Ter contato diariamente com os primórdios da história Brasil. Quer entender mais sobre a formação e a atual situação do Brasil? Olhe para aqui.

7. Assistir a uma celebração religiosa às 12h numa primitiva igrejinha de 1711, recentemente reformada (Igreja de São Pedro Gonçalves do Corpo Santo).

8. Ter como cenário diário o Elevador Lacerda e o Mercado Modelo.

9. Ver um fluxo considerável de soteropolitanos andando nas ruas (essa é a melhor!) e algumas das figuras mais pitorescas da cidade.

10. Encontrar vistas inacreditáveis para a Baía de Todos os Santos.

11. Se emocionar com o soar de sinos históricos ao meio-dia e a Ave Maria às 18h (essa é a hors concours e já postamos vídeo aqui da Ave Maria!).

12. Ser bem servido de ônibus para diversos lugares da cidade. Se quiser dar uma boa esticada a pé para/do metrô – Lapa, também dá.

13. Ter à disposição muitas frutas e um tímido comércio de rua (e tem tudo para crescer exponencialmente).

14. Poder resolver diversas demandas referentes a serviços públicos, bancários e administrativos num só lugar.

15. e encantar com lindos grafites e arte urbana por algumas de suas paredes.

Já fizemos aqui diversos posts sobre o Comércio, falando da sua suprema importância histórica e, se quisermos recuperar parte de nossa identidade cultural, de como precisamos pensar e falar do potencial, dificuldades e desafios dessa região. Pontuamos também algumas melhorias que já ocorreram e que estão ocorrendo atualmente. Há um longo e consistente caminho a se trilhar. Em breve nosso post: O Comércio e o nosso sonho feliz de cidade.

Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário

avatar
  Se inscrever  
Me notificar caso: