Capela primitiva Conceicao da Praia

A capela primitiva da Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia

Hoje vamos continuar falando da Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia, especialmente da sua igreja primitiva. Essa capela primitiva localizada, atualmente, dentro e na parte posterior à igreja – e acessível a todos (!), é considerada a primeira igreja levantada na Cidade do Salvador, datada da primeira metade do mês de abril de 1549. A atual Igreja da Conceição da Praia é a terceira construída no local, todas sobre o mesmo assentamento da primitiva ermida erigida por Tomé de Sousa quando da fundação da cidade, em 1549; e foi reedificada em meados do século XVIII pelas Irmandades do Santíssimo Sacramento e de Nossa Senhora da Conceição, no sítio antigamente denominado de Ribeira do Góis, ao lado do Arsenal da Marinha.

Capela primitiva Conceicao da Praia

Esse antigo desembarcadouro junto à Rua da Praia era o local onde as naus faziam aguada, a reparação das suas velas e mastros e o embarque das mercadorias, como açúcar, aguardente, farinha de pau e tabaco. Essa parte da cidade possuía fontes para abastecer os navios e onde a população também se abastecia. No séc. XVI, nesse desembarcadouro, havia uma ermida sob a invocação de Nossa Senhora da Conceição, que “foi a primeira casa de oração e obra em que Tomé de Sousa se ocupou”. A armada de Tomé de Sousa, composta de diversas embarcações, desembarcava nessa Capitania em 1549, com o objetivo da fundação da cidade do Salvador. A nau capitânea denominava-se “Conceição” e outras naus da armada eram a do “Salvador” e a da “Ajuda”. O Govenador-Geral, ao fundar a nova cidade, tinha erguido uma igreja na praia, “que ficava fora da cidade propriamente dita”. A cidade do Salvador foi construída num promontório, tendo por face a costa da Baía de Todos os Santos, local excelente para a sua defesa. Entre as portas de Santa Luzia e de Santa Catarina, ergueram-se as Igrejas da Ajuda e a do Salvador, e fora dos muros, na praia, a Igreja da Conceição. (Fonte: texto exposto na capela).

Capela primitiva Conceicao da Praia

O período medieval não faz parte da história do Brasil e é considerado um período da história da Europa entre os séculos V e XV. Metaforicamente, se aqui tivéssemos esse período, as ruínas dessa igreja seria o maior símbolo de uma “Salvador medieval”.

Vindo para Salvador ou viajando pelo mundo? Reserve por aqui!
Quando você faz uma reserva por um link do blog, você quase sempre tem desconto, não paga nada a mais por isso e nós ganhamos uma pequena comissão. Essa troca positiva nos ajuda a continuarmos produzindo mais conteúdo de qualidade.
Gostou? Compartilhe!
0 0 vote
Article Rating
Se inscrever
Me notificar caso:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments