A charmosa Igreja de São Pedro

Uma das coisas que Salvador é referência não só no Brasil, como no mundo todo, é em igrejas, em especial, as católicas. São muitas as construções seculares, que carregam traços de diferentes povos e culturas, de grande valor histórico, cultural e social. No Diário de Salvador você vai ficar por dentro das histórias, curiosidades e segredos que as principais delas carregam.

Diante de tantas igrejas imponentes, que são verdadeiras obras de arte, uma das que merecem registro e a sua visita é a simpática Igreja de São Pedro, situada hoje na esquina da Praça da Piedade com a Av. Sete de Setembro.

Histórico

Sua importância e relevância começam por seus registros históricos. A história da Paróquia de São Pedro nos transporta a tempos longínquos. Quando os holandeses tomaram a Cidade do Salvador no ano de 1624, entraram pelo porto da Barra e seguiram um caminho estreito que ia de sul a norte em direção à primitiva cidade. No local onde se encontra hoje o forte de São Pedro, existia, nas proximidades, uma primitiva capela pertencente a particulares sob a invocação de São Pedro.

A Paróquia de São Pedro foi criada em 1679, pelo primeiro Arcebispo da Bahia, Dom Gaspar Barata de Mendonça. A antiga capela foi demolida e reconstruída no início do século XVIII, no largo onde hoje está o Relógio de São Pedro, próximo ao mosteiro de São Bento. Segundo a tradição, uma pequena imagem de São Pedro foi levada para a matriz até que foi substituída pela atual provavelmente no final do século XVIII.

No início, a freguesia (antigo nome de paróquia) era chamada de São Pedro Velho Extramuros, por ficar fora dos muros da cidade. No ano de 1882, houve uma grande reforma daquele templo situado ao largo de São Pedro. Em 1912, houve um plano de reurbanização do centro da Cidade do Salvador pelo então governador J. J. Seabra. A igreja de São Pedro começou a ser demolida em maio de 1913, para a abertura da Avenida Sete de Setembro. Esta atual Igreja de São Pedro, na Praça da Piedade, foi inaugurada em 2 de dezembro de 1917.

Interior da Igreja

A arquitetura da Igreja guarda o estilo chamado “eclético”, ou seja, indefinido. Segundo o prof. Mário Mendonça de Oliveira, uma “manifestação de arquitetura que fugia aos hábitos vigentes”. Nas seis capelas laterais estão, à direita de quem entra, no primeiro altar, a imagem de Nossa Senhora das Candeias (em madeira); no segundo, as imagens de São Paulo (em gesso), de São João de Deus (em madeira) e a de Santa Mônica (em madeira); no terceiro estão a imagem do Senhor Bom Jesus da Paciência (em madeira, séc. XIX), encimado uma pequena gruta com as imagens de Nossa Senhora de Lourdes e Santa Bernadete (em gesso). No lado esquerdo de quem entra, no primeiro altar, está a imagem de Nossa Senhora das Dores (em madeira, de roca); no segundo, as imagens do Sagrado Coração de Jesus (em gesso) e de Santa Margarida Maria (em madeira); no terceiro, a imagem de Nossa Senhora da Piedade (em madeira) e ainda em um terceiro altar de madeira a imagem de Santa Teresinha do Menino Jesus (em gesso, vinda de Lisieux).

Igreja de São Pedro

Por cima da entrada principal, há um painel em semicírculo com o desenho do padroeiro, São Pedro, em alto relevo.

No altar-mor, composto por três nichos, estão a imagens de São Pedro, o padroeiro, ao centro (em madeira, séc. XVIII), de Nossa Senhora da Conceição, ao lado esquerdo, (em madeira), de São José (em gesso), ao lado direito do altar, com o sacrário de prata lavrada (séc. XVIII) ao centro e abaixo da imagem de São Pedro.

O que faz da Igreja de São Pedro uma igreja viva e não apenas histórica é ser uma paróquia moderna, voltada para o futuro, com diversas atividades religiosas e sociais em atividade, intensos movimentos pastorais, aliado a uma ativa participação de fiéis não só daquela região como de outros pontos da cidade.

Uma semelhança com a Catedral de Brasília/DF são as imagens dos quatros evangelistas de Jesus Cristo na entrada da Igreja: São Mateus, São João, São Lucas e São Marcos.

Igreja de São Pedro

Vale sua visita a essa linda e charmosa igreja da cidade!

Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário

avatar
  Se inscrever  
Me notificar caso: