Falha de Salvador

A Falha de Salvador

Vocês já conheciam a expressão “Falha de Salvador”? Falha é a superfície ao longo da qual existe deslocamento de blocos formando um degrau. O desnível existente entre a Cidade Alta e a Cidade Baixa deve-se a uma grande falha geológica, que foi batizada em homenagem à própria cidade onde essa feição ocorre ao longo de toda borda leste da Bacia do Recôncavo. No ponto em que se olha em direção ao Elevador Lacerda, é onde se vê mais claramente ao fundo um paredão de rocha. Essa escarpa formada pelo plano da falha tem sido mencionada desde o século XIX pelos naturalistas Von Spix e Von Martius, que visitaram o Brasil entre 1817 e 1820 e, anos mais tarde, pelo geólogo canadense Charles F. Hartt. Em Salvador, esta falha originou o relevo em degrau e para unir essas duas áreas geologicamente separadas, foram construídas diversas ladeiras, como as da Montanha, da Preguiça, da Água Brusca, além de outras.

Falha de Salvador

Mais tarde esse desnível passou a ser vencido através de diversas obras de engenharia como o primitivo Guindaste dos Padres, o Plano Inclinado Gonçalves (1874), o “Parafuso do Lacerda” (1873), hoje Elevador Lacerda, o Plano Funicular do Pilar (1889), o Elevador do Taboão ou Balança (1896), além do Plano Inclinado Liberdade-Calçada (1981). A vegetação, que ficou preservada pela dificuldade de construção numa região tão íngreme, denuncia a posição da Falha Geológica.

O plano da Falha é atravessado pelo Túnel Américo Simas. Outro área onde a Falha pode ser bem observada fica ao longo da Av. Contorno: os paredões de pedra são o próprio plano da falha. O deslocamento vertical entre os blocos, é chamado “rejeito” da falha. No caso da Falha de Salvador, esse rejeito é de cerca de 6.000 metros. Entretanto, o desnível entre as Cidades Alta e Baixa no Elevador Lacerda, é de apenas 74 metros.

O movimento que formou a Falha de Salvador aconteceu há cerca de 145 milhões de anos, no início do chamado Período Cretáceo. As rochas que se deslocaram, são muito mais antigas: elas são Pré-Cambrianas, com mais de um bilhão e seiscentos anos.

Maravilha de história!

Fonte: Projeto Caminhos Geológicos da Bahia

Vindo para Salvador ou viajando pelo mundo? Reserve por aqui!
Quando você faz uma reserva por um link do blog, você quase sempre tem desconto, não paga nada a mais por isso e nós ganhamos uma pequena comissão. Essa troca positiva nos ajuda a continuarmos produzindo mais conteúdo de qualidade.
Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário

avatar
  Se inscrever  
Me notificar caso: