Orla Salvador

A Salvador que Sonhamos… Orla Atlântica

Quem já atravessou a primeira divisa do nosso Estado e chegou à capital do menor Estado do Brasil – Aracaju, encontrou uma orla de tirar o fôlego: uma grande faixa de areia branca e um calçadão amplo.

Apesar da Bahia ter um litoral extenso e lindo, e Salvador ser banhada por duas orlas (a Atlântica e a da Baía de Todos os Santos), nossa orla atlântica, é notório, não é uma das mais espetaculares do Brasil.

Abstraindo o que de muito errado já aconteceu no passado (aterros, invasões da faixa de areia, interesses privados, imobiliários, hoteleiros se sobrepondo ao coletivo, etc) e que, infelizmente, contribuiu para o nosso atual cenário, é chegada a hora de tentar amenizar esse quadro: uma orla tão grande, que tem a sua relativa beleza, mas subutilizada e mal valorizada.

Por isso, vendo esta imagem da atual reforma da orla do Jardim de Alah, assim como as reformas que já aconteceram em São Tomé de Paripe, Barra, Piatã, traz um fio de esperança de que um novo tempo pode estar começando…

… quem sabe uma orla com mais pessoas ao mar, na areia e ainda mais no calçadão.

… quem sabe uma orla mais moderna, com estacionamentos, infraestrutura e melhor acesso a pedestres, ciclistas e famílias.

… quem sabe uma nova orla que nos tire da contramão do Brasil.

… quem sabe uma orla que faça com que viver próximo a ela seja igual ou mais valorizado que viver a uma distância de segurança dela.

Será que viveremos uma época em que, quanto mais perto do mar, mais valorizado em Salvador? Eu sonho que sim!

Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário

avatar
  Se inscrever  
Me notificar caso: