New York Times coloca Salvador na lista de destinos para visitar em 2019

Afinal, o que o New York Times falou sobre Salvador como destino para visitar em 2019?

Salvador virou notícia como sendo a única cidade brasileira indicada como “lugar para se conhecer em 2019” pelo The New York Times. Nessa lista que teve Porto Rico como primeiro lugar, Salvador ocupou a décima quarta posição. E como o NY Times elabora anualmente essa lista?

Além de um exército de jornalistas espalhados pelo mundo, o The New York Times procuram pessoas que conhecem bem certas partes do mundo como correspondentes culturais, ex-roteiristas do The Times, amigos que viajam com frequência, etc. Alguns pontos considerados são: “O que é diferente em cada destino que faz com que seja um lugar para ir agora?”, “Que lugares estamos em perigo de perder?”, “O que está acontecendo culturalmente que pode tornar um destino particularmente interessante este ano?”, “Existem fenômenos naturais que tornam certos lugares imperdíveis?”, etc.

E, afinal, o que o New York Times falou sobre Salvador? Confira o texto na íntegra:

“Depois de completar uma iniciativa de preservação histórica de cinco anos para salvar sua designação na Unesco, Salvador, com suas fachadas coloniais coloridas, ruas de paralelepípedos e praias, está brilhando. Erguendo-se ao longo da costa nordeste da Bahia, o centro histórico da cidade se movimenta com uma vibrante cultura afro-brasileira, que vai desde apresentações semanais gratuitas de samba e bateria, música clássica e capoeira. Os visitantes também podem encontrar a história de Salvador exibida na nova Casa do Carnaval e, abrindo em 2020, o Museu da Música ou assistir a um concerto ao vivo no Centro de Convenções de Salvador, que será inaugurado ainda este ano. O Fera Palace Hotel, uma jóia Art Déco reformada, e o recém-criado Fasano Salvador, abrigado em um antigo prédio de jornal da década de 1930, tem vista para a Baía de Todos os Santos, que em novembro sediará a chegada da Regata Internacional Transat Jacques Vabre, ma corrida de 4.350 milhas ao longo da histórica rota comercial do café entre a França e o Brasil. A recém-construída linha de metro de Salvador liga convenientemente o centro da cidade e o aeroporto internacional em expansão, onde o voo semanal da LATAM de Miami agora aterrisa”.

É importante esclarecer que o The New York Times apenas monta a lista e todos os anos um jornalista é escolhido numa difícil seleção para conhecer e relatar as experiências nesses destinos. O escolhido de 2019 foi o jornalista Sebastian Modak (@sebmodak) e estamos ansiosos pra saber como será a experiência aqui e suas impressões sobre Salvador! Aparentemente, se o roteiro seguir a sequência da lista, ele estará aqui por volta do mês de abril/2019.

Gostou? Compartilhe!

3
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Autores de comentários
Carta Aberta a Nizan Guanaes - Itapagipe Online - Notícias de Itapagipe Cidade Baixa Salvador BahiaTem mais Salvador no NY Times na Coluna "36 Hours"Carta Aberta a Nizan Guanaes Autores recentes de comentários
  Se inscrever  
o maisnovo mais antigo mais votado
Me notificar caso:
trackback

[…] New York Times deu luz ao que os baianos mais sensíveis já sabem, já veem, já sentem. Nosso Centro Histórico, […]

trackback

[…] E tem mais Salvador no NY Times! Dessa vez, dentro da Coluna “36 Hours – O que fazer quando você tem 36 horas para conhecer uma cidade”. Lembrando que esse giro do NY Times em Salvador ainda não tem a ver com a indicação da cidade como um dos 52 Lugares para se conhecer em 2019. […]

trackback

[…] O New York Times jogou luz ao que os baianos mais sensíveis já sabem, já veem, já sentem. Nosso Centro Histórico, a “Cidade Velha” que você cita, não deve nada a nenhuma “Old Town” espalhada por esse mundo afora. Num espaço lindamente marcado por um enorme frontispício, que poeticamente divide a Cidade da Bahia em “Cidade Alta” e “Cidade Baixa”, abrigamos uma riqueza histórica ímpar, uma diversidade cultural que vai além das fronteiras da África e de Portugal, um acervo arquitetônico de estilos mais variados e fusões de toda ordem. Toda essa conjuntura à margem da deslumbrante Baía de Todos os… Read more »