Turismo Salvador

Ambulantes no Centro Histórico de Salvador | Pensar Salvador

Dia desses, eu estava andando pela Praça Municipal de Salvador, a qual estava linda (!), limpinha (!!) e lotada de turistas (!!!). Havia vários ônibus cheios de turistas chegando e o cenário era este: os turistas descendo e um forte assédio de ambulantes no Centro Histórico de Salvador oferecendo, melhor, forçando colares e fitas em cima dos encantados e (espantados) turistas.

Alguns falando o famigerado “Sorria, você está na Bahia”, era o passaporte necessário para ir insistindo e caminhando junto ao turista até… são muitos os desfechos.

0203

Diga-se de passagem, a maioria desses ambulantes estavam postando um colete como o nome “credenciados”, mas mesmo assim, será que isso é normal e bom para a imagem da Bahia?

04

O turista mal começou o seu passeio, mal colocou o pé na melhor área do turismo em Salvador e já recebe esse enorme assédio em cima dele. Será que ele tem condições de decidir, no seu primeiro minuto no local, o que ele vai comprar ou se vai? Sinceramente, não vejo isso com bons olhos para a imagem que nesse momento ele já começa a fazer sobre o turismo na Bahia.

05

Fantástico são os nossos produtos, nossa língua e expressões peculiares, a nossa gente! O que não é nada razoável e de bom senso é essa insistência que é chata e incomoda muito. Eu estava incomodada pelo que, apenas, observava.

Ademais, essa é uma queixa recorrente e relatada em vários meios por praticamente todo amigo ou pessoa que passou recentemente por Salvador: muita gente em cima oferecendo e forçando coisas… o que, além de manchar a imagem do turismo em nossa terra, também causa bastante insegurança, né?

Vindo para Salvador ou viajando pelo mundo? Reserve por aqui!
Quando você faz uma reserva por um link do blog, você quase sempre tem desconto, não paga nada a mais por isso e nós ganhamos uma pequena comissão. Essa troca positiva nos ajuda a continuarmos produzindo mais conteúdo de qualidade.
Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário

avatar
  Se inscrever  
Me notificar caso: