Bom Jesus da Lapa

Bom Jesus da Lapa: a Meca dos católicos baianos

Você sabia que a cidade de Bom Jesus da Lapa, a 779 km de Salvador, é considerada a Capital Baiana da Fé, por promover a 3ª maior festa religiosa católica do Brasil? Só quem conhece a Lapa sabe a emoção única que esse lugar provoca, seja pelas fortes demonstrações de fé, sua espiritualidade incomum ou pela simplicidade dos seus romeiros e suas romarias. Só mesmo estando lá pra sentir.

Mas a grandiosidade desse belo centro de peregrinação no sertão baiano, às margens do Rio São Francisco, vai além da questão religiosa. Sua formação geológica, um proeminente bloco de pedra calcária de 90m de altura, recortado em galerias e grutas, centenas de estalactites e estalagmites em plena caatinga do sertão baiano, lhe confere uma estrutura natural singular e extraordinária. O santuário adaptado ao morro em estilo gótico formam um ambiente místico, possuidor de uma energia forte e envolvente, tanto no âmbito religioso como para os amantes da natureza.

A história do Santuário do Bom Jesus da Lapa remonta ao ano de 1691, quando o pintor e padre português Francisco Mendonça Mar, cumprindo penitência, despojou-se de todos os bens e saiu caminhando pelo sertão baiano, conduzindo uma imagem do Cristo crucificado, até encontrar uma aldeia de índios tapuias, situada entre o morro e o rio. Francisco instalou-se em uma das grutas, antes habitada por onças, e passou a prestar assistência aos doentes e necessitados. Logo surgiram os primeiros milagres e iniciaram-se as romarias, tornando-se, hoje, a terceira maior romaria do Brasil, ficando atrás do Círio de Nazaré, no Pará e Nossa Senhora Aparecida, em São Paulo.

A romaria de Bom Jesus da Lapa é considerada a mais antiga do país e, a cada ano, se propaga mais na mídia nacional e internacional como um grande fenômeno de turismo religioso e cultural do Brasil, localizado no “coração sertanejo” da Bahia. De acordo com a Prefeitura local, no período de maior movimentação que vai de junho a janeiro, o município recebe 1,5 milhão de visitantes.

O morro possui mais de 1.000m² e comporta cerca de 5.000 pessoas e seu entorno é coberto por vegetação nativa, adicionadas a imagens bíblicas, um enorme gradil e áreas de apoio e serviços. Em destaque, junto à igreja, encontra-se a torre construída com a própria pedra do morro possuindo 50 metros de altura e 12 de diâmetro.

 

No topo do morro, há um mirante onde é possível ver toda a cidade e a grandiosidade do Velho Chico. Para quem é católico, uma benção. Para quem não é, imperdível a visita!

Além da igreja lindamente construída na pedra, o Mercado Municipal da cidade oferece diversos produtos típicos da região como rapadura, requeijão, mel, especiarias diversas, etc.

A cidade de Bom Jesus da Lapa também foi um dos cenários do filme Central do Brasil, de Walter Salles Jr, lançado em 1998.

Vindo para Salvador ou viajando pelo mundo? Reserve por aqui!
Quando você faz uma reserva por um link do blog, você quase sempre tem desconto, não paga nada a mais por isso e nós ganhamos uma pequena comissão. Essa troca positiva nos ajuda a continuarmos produzindo mais conteúdo de qualidade.
Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário

avatar
  Se inscrever  
Me notificar caso: