Construções e áreas "perdidas" em Salvador | Pensar Salvador

Construções e áreas “perdidas” em Salvador | Pensar Salvador

Vocês já observaram como existem diversas construções e áreas “perdidas” em Salvador, especialmente na Calçada, Cidade Baixa e Suburbana? Aparentemente sob o domínio da União, são áreas e prédios abandonados, os quais já foram sede de empresas e órgãos públicos.

Localizados em áreas estratégicas, a destinação desses terrenos (até mesmo por meio de parcerias público-privadas), poderia fomentar o ambiente de negócios do turismo, cultural, etc, aumentando os fluxos da população e turístico nas áreas.

Fizemos três registros desse tipo:

1) Um longo prédio fechado na Av. Jequitaia, Calçada, antigas instalações do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes);

2) Galpões/armazéns em uma enorme área aberta na Rua Fernandes Vieira, Calçada, salvo engano, antigas instalações da extinta Rede Ferroviária Federal S/A (RFFSA), ao lado da linha do trem do subúrbio;

3) A antiga Fábrica São Braz, em Plataforma, que não sabemos se o terreno foi uma concessão pública. Pelos anos de abandono, tudo indica que sim. Em uma posição extremamente estratégica e privilegiada, em frente à linha de trem, à Baía de Itapagipe e da Ribeira, daria um super museu, centro cultural no Subúrbio de Salvador.

 

E você, elencaria outro local que está completamente abandonado em Salvador?

Vindo para Salvador ou viajando pelo mundo? Reserve por aqui!
Quando você faz uma reserva por um link do blog, você quase sempre tem desconto, não paga nada a mais por isso e nós ganhamos uma pequena comissão. Essa troca positiva nos ajuda a continuarmos produzindo mais conteúdo de qualidade.
Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário

avatar
  Se inscrever  
Me notificar caso: