Táxi em Salvador

E o troféu Salvador Surreal vai para…

…OS TÁXIS!

Que Salvador é uma cidade cara, quem vive aqui e já morou em outras capitais, pode comprovar. E se eu tivesse que eleger algo como o topo dessa carestia (dos serviços, principalmente), seria os preços exorbitantes praticados pelos nossos TÁXIS.

Incrível como três cidades mais ricas, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, por ex., oferecem serviços de táxis a preços bem mais baratos comparados a Salvador. Segue uma média dos preços praticados em nossa cidade (bandeira 2):

Aeroporto x Shop. Paralela: R$32 / Aeroporto x Imbuí: R$50 / Aeroporto x Av. Tancredo Neves: R$60 / Aeroporto x Pituba: R$70 / Aeroporto x Barra: R$96 / Ferry-boat x Armação: R$70

Se esses preços são altos, imagine para trechos mais distantes como Aeroporto x Ribeira, Cajazeiras ou Av. Suburbana?

O triste é também constatar que:

– Nosso aeroporto é no limite do município de Salvador, imagina se fosse distante como o de Confins em BH, Galeão no Rio ou Guarulhos em SP?

– Na maioria dessas cidades são praticados vários descontos, coisa que nunca existiu em Salvador.

– Muitos taxistas se recusam a fazer corridas pequenas (a critério deles), desrespeitando a necessidade da população.

– E, quando é informado do local de destino dentro do táxi, alguns deles são grossos e dizem desaforos ao passageiro por se acharem no prejuízo.

– A linha de táxi “especial” do aeroporto, a COMTAS, além de privatizar um espaço natural dos outros táxis e da área do desembarque, só tem um intuito: cobrar ainda mais caro pelas corridas.

Como “nada é tão ruim que não possa piorar”, numa conversa com um taxista, falei que achava táxi muito caro aqui e tal; ele disse que não achava e ainda reclamou que “a Prefeitura poderia fazer convênio com os postos de gasolina” (oi?), “gasolina está caro demais” (não seria no país todo?), [mas vocês usam gás], “mas a gente paga por tudo, custo de manutenção” (como se apenas este ofício tivesse custos…).

No caso do aeroporto, como não existe transporte público específico para esta necessidade (o ônibus First Class que cobra “apenas” R$30 e faz a rota dos hotéis, não é transporte público) é uma realidade que encurrala ainda mais a população para o uso do carro particular, e quem não possui carro, fica refém de pagar valores tão caros, apenas exercer um direito básico de ir e vir.

Muito triste.

Vindo para Salvador ou viajando pelo mundo? Reserve por aqui!
Quando você faz uma reserva por um link do blog, você quase sempre tem desconto, não paga nada a mais por isso e nós ganhamos uma pequena comissão. Essa troca positiva nos ajuda a continuarmos produzindo mais conteúdo de qualidade.
Gostou? Compartilhe!

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Autores de comentários
Autores recentes de comentários
  Se inscrever  
o maisnovo mais antigo mais votado
Me notificar caso:
trackback

[…] alguns dias, postamos que o troféu Salvador Surreal iria para os nossos táxis, visto seus preços serem altíssimos. Numa viagem ao Rio de Janeiro, […]