Escadaria do Passo

Escadaria do Passo: sua triste pichação e a esperança de painéis da Paixão de Cristo e do “O Pagador de Promessas” em seus muros

Se fôssemos eleger os locais de Salvador que mais nos fascinam e que despertam os mais sublimes e indecifráveis sentimentos, entre eles, estaria a Escadaria do Passo. Claro que ter assistido ao dramático filme “O Pagador de Promessas”, (o original, de 1962), único filme brasileiro e sul-americano a conquistar a Palma de Ouro do Festival de Cannes, na França, contribuiu em muito na formação desse profundo imaginário particular mas também de uma consciente realidade, ainda que permeada por sentimentos, percepções e sensações; de imensa identificação, responsabilidade, afirmação de identidade individual e coletiva, pertencimento (usando uma expressão mais clichê).

Tendo essa (particular) teia emotiva e complexa como pano de fundo envolvendo a Escadaria do Passo, é impossível não aprofundar o olhar para o que lhe cerca: casarões, a Igreja, artes, muros, postes e portões. E aqui saímos da esfera particular para pontuar esse contexto de suma importância na preservação da identidade local, histórica e cultural.

E aqui, voltamos a falar da abominável pichação (degradar patrimônio público para nós não é arte) dos muros da escadaria, mesmo com a recente gloriosa restauração da Igreja do Santíssimo Sacramento do Passo. Comemoramos e fizemos um apelo quando houve a pintura dos muros (fev/18), mas infelizmente tudo já está como em 2016, quando tal fato motivou o encerramento da nossa série “O Que Diz Salvador” (veja aqui o post). Em tempo: finalmente, tiraram o poste inútil e horrível que ficava ao pé da escadaria.

Mas nesse post queremos falar de sonhos, amor e esperança. A Igreja do Passo está elaborando um projeto a 4 mãos: a Igreja, a comunidade local, a prefeitura e o Iphan para a pintura do muro e poder contar com uma exposição fixa de painéis retratando, de um lado, quadros sobre o filme, e, do outro, painéis da paixão de Cristo. Esse extraordinário projeto está em elaboração, necessitando contar com ajuda de voluntários que entenda do assunto, inclusive no caráter jurídico. Para isso, a dedicação de todos, de artistas para doar sua obra, de toda a sociedade é de muita importância. Divulgue, participe e colabore no que puder com esse projeto!

Vindo para Salvador ou viajando pelo mundo? Reserve por aqui!
Quando você faz uma reserva por um link do blog, você quase sempre tem desconto, não paga nada a mais por isso e nós ganhamos uma pequena comissão. Essa troca positiva nos ajuda a continuarmos produzindo mais conteúdo de qualidade.
Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário

avatar
  Se inscrever  
Me notificar caso: