Gruta da Mangabeira

Gruta da Mangabeira: a gruta que faz qualquer um cair de joelhos

Tombada desde 1962 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, a Gruta da Mangabeira ou religiosamente conhecida como “Gruta do Sagrado Coração de Jesus” é um enorme conjunto de galerias de alturas variáveis, repletas de estalactites e estalagmites de diversas formas. Situada no município e Ituaçu-BA, portal sul da Chapada Diamantina, a Gruta da Mangabeira possui aproximadamente 3,5 km de extensão e de sua grande galeria central partem inúmeras grutas subsidiárias, algumas com penetração impossível dado o emaranhado de estalactites formadas pela dissolução constante de carbonato de cálcio do terreno e pelas águas da chuva que se infiltram no seu interior.

A Gruta da Mangabeira é uma das mais visitadas do Brasil e alguns dos turistas vão lá pelas sensacionais formações, mas o grosso dos visitantes são romeiros de todo o país que querem pedir graças e pagar promessas, especialmente os católicos baianos a caminho de Bom Jesus da Lapa.

A história conta que, uma vez, um cavaleiro montado caiu num grande buraco no teto da caverna. Vendo que a morte o esperava, o cavaleiro gritou: “Sagrado Coração de Jesus, valei-me”. Salvou-se milagrosamente.

  

Na entrada da gruta, encontra-se um santuário que é motivo de grande e permanente afluência de romeiros, pertencente à Diocese de Livramento de Nossa Senhora, onde são realizados batizados e casamentos até hoje. A gruta é visitada não apenas por fiéis que incrementam o turismo religioso na cidade, mas também por curiosos que buscam conhecer as 70 formações naturais que se assemelham a objetos, figuras sacras, animais e até passagens bíblicas. Algumas são realmente parecidas, outras ficam mais a cargo da imaginação, rs. Essas formações rochosas foram causadas principalmente por gotas de água que, ao longo de centenas de anos, moldaram diversas rochas nos formatos mais diversos.

→ Como é a travessia da Gruta da Mangabeira

Quem deseja conhecer a maravilha que é essa gruta, a cidade mantém um serviço de guias disponível para a visitação do local, todos os dias. No vilarejo, a poucos metros da entrada da gruta, há uma central onde você pode contratar um guia e fazer o passeio completo na gruta. É obrigatório fazer a travessia com algum guia, visto que apenas os primeiros 800 metros possuem iluminação artificial que ajudam na contemplação do lugar.

Após isso, todo o percurso é feito num completo breu, com algumas passagens íngremes, sendo muito difícil descobrir os caminhos que conduzem ao final da gruta. Para que você não se perca, é necessário levar velas ou lanternas que ajudem na iluminação do caminho e, claro, fazer a travessia com alguém que já tenha experiência no local. Os guias também ajudam na iluminação e são todos conhecedores da história, pacientes e experientes.

Apesar de algumas passagens terem um certo grau de dificuldade, a caminhada interna é leve, porém é preciso levar em consideração que a entrada e a saída da gruta se dão através de duas grandes escadarias, com mais de cem degraus. A saída da gruta é o ponto alto da travessia, quando após o mais completo escuro, se vê novamente o clarão do dia. Emocionante demais!

Aviso: Por ser uma gruta grande, no meio dela o ar é mais rarefeito, caso você tenha problema em ficar em lugares fechados e com pouco oxigênio, o melhor é não fazer a travessia. Mas calma, tem oxigênio suficiente para todos respirarem, só não é tão abundante como em lugares abertos.

A Gruta da Mangabeira é um encanto da natureza, um lugar simplesmente fantástico, com uma energia única. Toda a travessia é muito emocionante. A formação rochosa de estalactites e estalagmites de milhares de anos ornam naturalmente a gruta e dão à mesma um ar naturalmente gótico, sendo considerada uma das mais belas grutas da América Latina. Experiência bem incomum e interessante.

O que precisa melhorar é a infraestrutura e pavimentação da estrada após a saída da gruta, visto que nem todos os ônibus de excursão conseguem chegar devido a poeira e o barro, complicando um pouco o retorno dos turistas que atravessam a gruta. Não há sanitário público disponível e há apenas um suporte precário de dois bares. Mas nada que tire o encanto, a empolgação e a felicidade de quem fez o percurso acompanhados por guia local que, com muito conhecimento, tranquilidade, paciência e gentileza, nos conduz por todo o trajeto. É uma grande felicidade chegar até o final!

            

→ Onde se hospedar na Gruta da Mangabeira

O local onde fica a gruta é um vilarejo bastante simples e muitas moradores alugam suas casas para turistas e romeiros. Na própria central de guias há informações de casas disponíveis. Caso você esteja procurando hospedagem na cidade de Ituaçu, nós localizamos dois hotéis disponíveis pelo Booking na cidade. Confira no link.

Vindo para Salvador ou viajando pelo mundo? Reserve por aqui!
Quando você faz uma reserva por um link do blog, você quase sempre tem desconto, não paga nada a mais por isso e nós ganhamos uma pequena comissão. Essa troca positiva nos ajuda a continuarmos produzindo mais conteúdo de qualidade.
Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário

avatar
  Se inscrever  
Me notificar caso: