Hidden Salvador

Hidden Salvador: Bom, interessante e caro | Onde comer em Salvador

O Hidden Salvador, assim como o projeto pioneiro em Brasília, funciona como uma espécie de bar temporário em locais inusitados e abandonados da cidade. Aqui em Salvador, o @hiddenssa está instalado num casarão em ruínas na Rua Chile (Trav. Vidal da Cunha, nº 6) e opera até abril. Para entrar no espaço, é preciso pagar R$30 de couvert artístico e a ideia é que as pessoas se levantem para dançar e o clima favorece isso. Toda dia tem atrações diferente, com duas bandas e um DJ. Nesse dia, teve a cantora Satyra Carvalho, que fez diferença na noite.

Hidden Salvador

A iluminação e decoração do Hidden Salvador acompanham o estilo rústico do espaço, com sofás, mesas, cadeiras criando um clima intimista, de uma sala de estar, que é muito bacana. A varanda possui mesas altas e a vista estupenda para o fundo da Igreja da Conceição, o Comércio e a Baía de Todos os Santos. Mesmo com limitação de pessoas, a depender, você pode ficar em pé.

Hidden Salvador

Como o Hidden Salvador funciona?

A proposta é de autosserviço, com freezers e prateleiras para você pegar e consumir. As comidas se limitam a itens de charcutaria (salame, presunto), dois tipos de queijo (o gorgonzola estava levemente amarelado), pães e pastas de alho e berinjela (pegue ela, ótima!). Eles arrumam os frios gratuitamente numa tábua. (Tablete de queijo: média de R$19, presuntos: R$18, R$28, R$36, pães: R$5, R$9, pastas: R$18). As cervejas artesanais saem a R$30, a garrafa de vinho mais barata a $75, meia garrafa, R$60. Pagamos R$150 numa garrafa de 1,5L de Pinot Grigio. O balde de gelo custa R$5.

Hidden SalvadorHidden SalvadorHidden Salvador

Toda e qualquer iniciativa que acontece no Centro Histórico de Salvador são mais muito bem-vindas. A proposta é inédita, bacana e interessante, mas tudo é muito caro, até mesmo para os já altos padrões soteropolitanos. Nada contra e que apareçam mais iniciativas como essa. Há todo tipo de público na cidade e o que estava lá aparentou ser mais velho, turistas estrangeiros e com bom poder aquisitivo. Casarões em ruínas e abandonados é o que mais temos em Salvador. Já dissemos aqui, ver todos eles funcionando com diversas propostas, para todos os tipos e estilos é tudo o que sonhamos para esta cidade única!

Funcionamento: Quinta a sábado, das 17h às 2h; domingo até às 24h.

Vindo para Salvador ou viajando pelo mundo? Reserve por aqui!
Quando você faz uma reserva por um link do blog, você quase sempre tem desconto, não paga nada a mais por isso e nós ganhamos uma pequena comissão. Essa troca positiva nos ajuda a continuarmos produzindo mais conteúdo de qualidade.
Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário

avatar
  Se inscrever  
Me notificar caso: