Projeto “Mulher com a Palavra” recebeu Djamila Ribeiro, Carla Akotirene e Joice Berth no TCA

Um devido e rico acontecimento, neste mês (simbólico) da Consciência Negra, aconteceu ontem no Teatro Castro Alves. O projeto “Mulher com a Palavra” contou com a presença de três ilustres mulheres negras, Carla Akotirene, Joice Berth e Djamila Ribeiro, escritoras e referências em assuntos como feminismo negro, interseccionalidade, lugar de fala, racismo e outros temas. A mediação foi também da ilustre Rita Batista.

Infelizmente não pudemos estar presente, mas não deixamos escapar posicionamentos e ensinamentos tão obrigatórios e improteláveis nos dias atuais. E emocionantes.

Difícil dizer o que mais memorável foi dito na última mesa do Mulher com a Palavra. Se Carla Akotirene, falando sobre carinho entre mãe e filha negras, da intimidade da sua relação com os pais, de interseccionalidade. Se Joice Berth falando de medidas reparatórias, que vão muito além das cotas, da problemática da habitação, de empoderamento real, nas suas formas mais profundas, que nada tem a ver com o material. Se Djamila Ribeiro, falando didaticamente sobre lugar de fala, da sua trajetória familiar, na universidade, sobre quem tem medo do feminismo negro, sobre tanto. Se as três falando de afetividade.

A gente não precisa ser mulher ou negro para lutar contra o machismo ou o racismo. A luta e agruras das mulheres (e homens) negros é uma luta de todos nós. Sem exceção.

Obrigado TVE – Bahia pela transmissão de ótima qualidade no Twitter e ter levado a todos um momento tão precioso como esse.

Foto: Rita Batista

Vindo para Salvador ou viajando pelo mundo? Reserve por aqui!
Quando você faz uma reserva por um link do blog, você quase sempre tem desconto, não paga nada a mais por isso e nós ganhamos uma pequena comissão. Essa troca positiva nos ajuda a continuarmos produzindo mais conteúdo de qualidade.
Gostou? Compartilhe!
0 0 votes
Article Rating
Se inscrever
Me notificar caso:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
-->