Dia da Mentira

Um pequena reflexão sobre o Instagram, filtros e fotos do Diário de Salvador

Fiz uma reflexão sobre o Instagram e que vale postar aqui também no site.

O folclórico “dia da mentira” traz uma reflexão acerca do momento em que vivemos: um tempo e um mundo de aparências, incentivado (ainda mais) pelas redes sociais, em especial, o Instagram, no qual a aparência (das fotos) é o principal cartão de visita. Vemos uma proliferação de corpos, selfies, paisagens, imagens que, podem até não serem perfeitas, mas precisam parecer, afinal, não importa muito a realidade ali por trás, mas sim o parecer bonito (belo).

Por causa dessa “apologia”, relutei quase um ano a fazer o blog no Instagram. É, eu achava o instagram uma farsa. E eu não queria alimentar e fazer parte disso. Mas fui surpreendida por uma ferramenta bacana, de alcance e interação espetaculares e só decidi entrar, desde que eu jamais fugisse e fosse fiel ao que eu acredito: o caminho da verdade.

Pode parecer bobagem, mas o que prezo e sempre prezei aqui no Diário de Salvador é a veracidade do que escrevo e, igualmente, das fotos que posto. Jamais conseguiria sustentar um perfil (bombado) mas com montagens, muitos filtros, efeitos e fotos furta-cor.

Nada contra aos perfis e às fotos mais “incríveis”, mesmo que à custa de muita superficialidade. Só não consigo apreciar algo que, nitidamente, não é real e verdadeiro. O pôr do sol pintando e com photoshop é em Salvador mesmo? Mas poderia ser na China, no Azerbaijão ou na ficção, de tão descaracterizado.

Portanto, aqui no Diário você não verá a foto mais perfeita ou colorida, mas a foto real de Salvador. A Salvador como ela é, de verdade, nua e crua. Verde, azul ou cinza também. Não uso, nunca usei um filtro sequer, ou qualquer técnica e artifício dominado por profissionais.

Se o céu está cinza, não vou fazê-lo ficar azul; se está dia, não vou fazer ficar noite. Se o pôr do sol está amarelo, não vou fazê-lo ficar laranja; se está laranja, não vou fazê-lo ficar vermelho ou multicolorido. Se um recorte do Pelourinho é feio e degradante, não vou fazê-lo ficar colorido e vibrante.

Nenhuma foto aqui está concorrendo à ‘foto mais irreal do dia’. São fotos que expressam a realidade, de verdade! Sem máscara, sem fantasia. Afinal, a beleza está nos olhos de quem vê. E essa metáfora é mais profunda e real do que se imagina.

Vindo para Salvador ou viajando pelo mundo? Reserve por aqui!
Quando você faz uma reserva por um link do blog, você quase sempre tem desconto, não paga nada a mais por isso e nós ganhamos uma pequena comissão. Essa troca positiva nos ajuda a continuarmos produzindo mais conteúdo de qualidade.
Gostou? Compartilhe!
0 0 votes
Article Rating
Se inscrever
Me notificar caso:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
-->